Últimas postagens

5em1: Livros populares que eu não gostei


Olá, galera!
Já leu livros que todo mundo amou menos você? Eu também! Toca aqui o/
E é por isso que hoje trago uma lista de livros que todo mundo amou, menos eu! Se você, assim como eu, também leu algo que todo mundo amou e você achou que não foi isso tudo, grita aqui nos comentários, me conte de que livros estamos falando! Hahahaha.
Ah, se você gostar, não se esqueça de se inscrever no canal e deixar seu joinha para dar aquela força!

#Resenha: Extemporâneo - Alexey Dodsworth


Título: Extemporâneo
Autor: Alexey Dodsworth
Editora: Presságio
Páginas: 232
Ano de publicação: 2017
Onde comprar: Amazon


“Somos todos dependentes uns dos outros, é por meio deles que sabemos quem somos e quem não somos.”


A História

E se você pudesse ser mais de uma pessoa? E se você acordasse em uma nova vida, sendo um outro alguém? E se a cada novo amanhecer você não pudesse prever onde vai estar, em que época do ano, em que lugar e quem você será?
Essa é a realidade do(s) protagonista(s) desse livro, sim porque aqui nessa história vamos conhecer vários lados e facetas de mais de um personagem, só que em apenas um. Não entendeu? Vou explicar!
A cada novo dia, o personagem desse livro acorda em um lugar totalmente diferente de onde estava no momento em que foi dormir. Isso mesmo. Mas não somente, ele também se descobre a cada dia uma nova pessoa, inclusive de sexo e orientação sexual diferentes, modos de ser, de pensar, de agir... a criatura é sempre uma nova pessoa.
No entanto, embora sua memória reset a cada dia para que as novas lembranças da nova vida possam surgir, o personagem (ou a personagem) sempre consegue lembrar de quem era por alguns instantes antes de esquecer tudo. Até que tem a excelente ideia de escrever em um diário tudo o que viveu e quem foi no dia anterior.
E, no meio de dias incertos e totalmente distintos, suas realidades se misturam ao ponto de se chocarem, e suas versões fazem diversas descobertas sobre si, sobre o mundo e sobre o ponto mágico em que a vida real e a ficção se complementam.

Livros que incomodam e todo mundo deveria ler!

Sabe aqueles livros que incomodam a gente, nos fazendo refletir e repensar nossa vida, a sociedade, o mundo? Então. Nessa lista eu falo sobre 6 livros que me incomodaram e que eu acho que todo mundo deveria ler, porque incomodarão você também!

#Resenha: Desculpa, eu te amo – Jodi Ellen Malpas


Título: Desculpa, eu te amo (série O amante, vl. 3)
Autora: Jodi Ellen Malpas
Editora: Planeta de Livros (selo Essência)
Páginas: 510
Ano de publicação: 2015
Onde comprar: Amazon
Skoob

“Nunca me agradeça por cuidar de você, Ava. É o motivo pelo qual fui colocado na Terra. É o que me mantém aqui. Jamais me agradeça por isso.”

A História

O tão esperado dia chegou, Desculpa, eu te amo já começa com o grande dia, o dia mais esperado por Jesse e Ava. E esse grande dia só irá nos mostrar o quanto Jesse não mudou nada e nem vai mudar, pois ele ama muito Ava e o seu modo de mostrar esse amor é sendo super possessivo. Ele morre de medo de perdê-la, então acaba cuidando e a mimando muito. É dessa forma que ele tenta afastar as pessoas que se metem entre os dois, pois não está nem aí para o que as pessoas pensam, seu único interesse é sua amada.
Com o casamento, o amor desses dois só cresceu ainda mais, e Ava acabou percebendo quem era realmente seu marido e entendendo o porquê ele a tratava dessa maneira. A intensidade desse casal é difícil de explicar, quando eu achava que Ava não iria aguentar passar por tal situação vinha ela novamente a me surpreender. Com o passar dos dias, o passado de Jesse vem à tona, trazendo surpresas inesperadas e algumas bem desastrosas. Será que Ava vai conseguir passar por cima das novas surpresas do passado de Jesse? E esse amor será capaz de resistir?
Ava e Jesse irão nos mostrar como é feito de altos e baixos um relacionamento e como com muito amor podemos ser capaz de superar ou não.

Desistir não é a única opção

Via Pixabay
Por mais que eu tentava me equilibrar, mais eu acabava me despencando. Não encontrava uma maneira na qual eu pudesse me sustentar. Tudo e todas as coisas me encaravam de um jeito assustador, como se quisessem que eu, em algum momento, me desequilibrasse e caísse. Aguentei firme: não deixei que eles invadissem minha mente e a controlasse. É somente eu que posso controlar meus pensamentos e minhas ações, e talvez, por isso, é tão fácil perder a sanidade das coisas.
Ouvi tantos "sins" e "nãos", mas só conseguia os encarar como um "talvez". Tinha medo que fosse realmente verdade todos aqueles acontecimentos que me faziam chorar, ora de alegria, ora de tristeza. Não estava preparada. Acho que nunca estive. Me prendi tanto em mim mesma que em um momento não conseguia mais me achar. Queria encontrar o que, algum dia, fui eu, e que, desse modo, pudesse tomar as decisões por outro âmbito de mim mesma.

#Resenha: Teu Pecado - Wellington Budim


Título: Teu Pecado
Autor: Wellington Budim
Editora: Skull
Páginas: 402
Ano de publicação: 2019
Onde comprar:

A História

Um assassinato brutal. Um corpo. Mentiras e mais mentiras. Envolvimentos suspeitos. A verdade é que aqui ninguém é tão inocente quanto parece.
O Babylon Night Club nunca foi muito calmo, no entanto o que está por vir é de agitar qualquer um. Considerada uma casa de strippers, o clube recebe várias pessoas em busca de distração, satisfação pessoal... algo diferente.
É nesse cenário que conhecemos Amanda Fortes, a única dançarina que usa seu nome verdadeiro. Ela é muito jovem e odeia esse lugar, mas é ali que vende seu ritmo, balanço de corpo e energia. E então Amanda Fortes se torna alvo de uma notícia terrível: vítima de um brutal e misterioso assassinato.
Maria está terrivelmente chocada pelo o que aconteceu com sua amiga, Amanda. Ela não consegue entender quem teria coragem de fazer mal à jovem e muito menos de modo tão grotesco. Em sua mente, apenas uma pessoa pode lhe ter causado tal coisa.
Em paralelo com esse acontecimento, somos apresentados à Vitória, uma mulher, mãe e enfermeira que tem sua vida paralisada após descobrir sobre Amanda. Mas, afinal, como elas se conhecem?
Entre fanatismo religioso, suspense, mistérios, investigações e mentiras, verdades e pecados impensáveis vão sendo revelados. Qual é o teu?

TAG 50%: Melhores livros de 2019 (Até agora)


Tem tempo que estou querendo gravar vídeos para falar de livros, de amor, da vida... de tudo que me der vontade. Fiquei um tempo apenas querendo isso, mas depois que ganhei uma câmera semi fiquei mega empolgada. 

#Resenha: Ela prefere finais felizes - Ricardo Coiro


Título: Ela prefere finais felizes

Autor: Ricardo Coiro           

Editora: Planeta de Livros Brasil (selo Outro Planeta)

Ano de publicação: 2019

Páginas: 288

Onde comprar: Amazon | Saraiva




A História

Leco é músico e sai de Santa Maria, a cidade onde viveu até então, adentrando São Paulo sem muito em mãos, mas com os sonhos em cheio, além de sua guitarra, a alma de sua vida. Lá, Leco conhece novas pessoas e reencontra outras, mas a música, que é o gás da sua vida, é o que de fato deixa o gaúcho mais vivo e pronto para enfrentar tudo. Só que não somente... o cara gosta de beber bastante, se jogar na noitada, de dar uma boa cheirada e às vezes tudo isso junto. Passa tudo no crédito, o que não passa mesmo é seu jeito despreocupado de ser. Sua bagunça se choca com o mundo de Laila, sem pretensão, mas quando rola aquela química a música até ganha novas notas.

Laila é veterinária. Ela vive em São Paulo e tem sua clínica, onde atende os bichinhos e cuida de sua saúde. Ela é uma mulher centrada, independente e que tem os pés no chão. Sua vida vive em ordem, juntamente com Luis e Miguel, seus bichinhos de estimação. A única linha fora do lugar é sua amiga, tão louca quanto Laila é careta. Após uma decepção amorosa daquelas, Laila se fechou para o amor, para o romance, para a vida a dois... isso mesmo, ela tem medo de sofrer novamente. Se arriscar não é muito a praia dela, afinal. Sua ordem entra em revolução quando Leco adentra seu espaço, colocando tudo de cabeça para baixo e, de forma inesperada e sem explicação, abala também seu mundo de dentro.

Dois mundos opostos. Duas pessoas que são completamente diferentes. Um caminho inesperado. Até que ponto peças diferentes se encaixam?

#Resenha: Duplamente Ferida – Nana Pauvolih


Título: Duplamente ferida
Autora: Nana Pauvolih
Editora: Planeta de Livros Brasil (selo Essência)
Páginas: 272 páginas
Ano de publicação: 2019
Onde comprar: Amazon | Saraiva

A História

Theo sempre teve o poder e estava sempre no controle de tudo, até a chegada de Eva.
No primeiro livro conseguimos ver como foi em detalhes o romance vivido por esse casal e agora algo acaba acontecendo e colocando esse amor à prova.
 Theo acaba descobrindo quem é Eva de verdade e se sente totalmente traído. Ele, tão cheio de ódio e totalmente transtornado, acaba tomando certas decisões que nos deixam até mesmo com pena de Eva, mas em todo o momento ela se sente muito arrependida.  Será que esse arrependimento é de coração? É isso que ela terá que provar pra toda família Falcão e, principalmente, para seu grande amor. 


Será que Theo será capaz de esquecer o que Eva fez e irá perdoar seu grande amor? E Eva, mesmo depois de toda a humilhação passada, será que vai ser capaz de amar novamente esse homem tão controlador? 

#Resenha: A impossível faca da memória - Laurie Halse Anderson


Título: A impossível faca da memória
Autora: Laurie Halse Anderson
Editora: Valentina
Páginas: 352
Ano de publicação: 2019
Onde comprar: Amazon
A História
Hayley é uma adolescente que está sendo submetida ao amadurecimento precoce enquanto vive em papéis invertidos com seu pai: é ela quem cuida dele ao invés do contrário. Com apenas dezessete anos, Hayley é obrigada a dar conta de tudo: da casa, da comida, da escola, do pai, da responsabilidade consigo mesma... e da dor.
O ex-capitão de guerra, Andy, pai de Hayley, está se afundando cada vez mais nas terríveis lembranças que guarda na memória. Ele não para em emprego nenhum por suas crises circunstanciais, não sai e parece não querer sair de tal situação. Ele vive seus dias se entregando à bebida e a dor por ter perdido seus amigos, seus guerreiros, sua esposa, sua mãe.
Ele não gosta de falar sobre a guerra. Hayley também não. Da escola para casa e da casa para a escola, a jovem acaba por esbarrar no caminho de Finn, um rapaz diferente, inteligente e muito gato. A partir daí uma amizade incomum cresce e os dois vivem dias de glórias... mas também dias ruins.
O que fazer para que alguém que a gente ama não se afunde ainda mais enquanto nós mesmos estamos nos afundando? Às vezes a gente vê os outros, às vezes a gente só vê o que os outros querem que a gente veja.

#Resenha: Órfão X - Gregg Hurwitz


Título: Orfão X
Autora: Gregg Hurwitz
Editora: Planeta de livros
Páginas: 336
Ano de publicação: 2016
Onde comprar: Amazon

“Quando as pessoas falam sobre ser forte, talvez seja só isso, quando não resta alternativa. Você tem de continuar até acabar.”

A História
Um órfão. Um recrutamento. Treinamentos intensivos. Missões misteriosas. Perigo constante.
Essa é a vida de Evan, um jovem que foi recrutado ainda adolescente por Jack para servir a um programa ultra secreto do governo. Há mais órfãos como ele por aí, mas eles não se conhecem. Evan é o Orfão X.
Após receber anos de treinamentos intensos e cheios de enigmáticas missões, Evan se torna um homem com uma mente poderosa e com habilidades sem igual. No entanto, para todos a seu redor ele é apenas um rapaz normal, um Evan quieto e recruta.
Por trás de sua imagem simplista, Evan guarda lembranças de uma vida que largou para trás. Após anos servindo ao programa de órfãos e sem saber absolutamente nada sobre suas missões e sobre os outros órfãos, Evan decide parar.
Hoje ele é apenas um número, sem endereço e sem nome. Hoje ele faz justiça com as próprias mãos e ajuda a quem realmente precisa. Vive sozinho em seu equipado apartamento à espera de mais uma ligação, sempre tomando todos os cuidados possíveis para nunca ser rastreado.
Até que uma ligação chega rápido demais. Até que alguém precisa de sua ajuda, mas Evan desconfia. Até que descobre que é a sua cabeça que está em jogo dessa vez. Engrenagens dentro de engrenagens.

#Resenha: Não conte a ninguém - Harlan Coben


Título: Não conte a ninguém
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Ano de publicação: 2014
Onde comprar: Amazon

A História
Aquele era o dia do 13º beijo. Um dia especial em um lugar especial, com alguém ainda mais especial...
Oito anos depois, aquele dia havia se tornado o motivo da dor de Beck e ele queria mesmo é esquecê-lo. Mas quem esquece a data do desaparecimento de quem ama? Foi ali, naquele dia, que sua amada Elizabeth desapareceu e um tempo depois foi encontrada sem vida.
Desde então, Beck vive seus dias na monotonia com que consegue sobreviver, sendo médico pediatra numa clínica e prestando atendimento à população da previdência social. Estaria tudo normal... não fosse por um misterioso e-mail recebido, no qual constava algo bastante específico que somente ele e sua Elizabeth poderiam saber.
Os e-mails não param. Todos contendo especificidades que mais ninguém poderia saber... Além disso, mais dois assassinatos que ocorreram no mesmo local em que Elizabeth desapareceu surgem e começam a ser investigados.
Provas aparecem e apontam o dedo para alguém, enquanto novos pontos e dúvidas começam a surgir. O sangue. O taco de beisebol. O lugar. Os e-mails. Outros envolvidos. Assassinatos.
E um doutor Beck completamente perdido e desesperado com uma única esperança no coração: Elizabeth poderia estar viva?
Oito anos depois de tudo. E tudo vira de cabeça para baixo de novo.

#Resenha: Eu, Submissa – Jodi Ellen Malpas





           Título: Eu, Submissa
Autora: Jodi Ellen Malpas
Editora: Planeta de Livros (selo Essência)
Páginas: 472 páginas
Ano de publicação: 2014
Onde comprar: Amazon


"Quero você aqui quando eu for dormir. E quero você aqui quando eu acordar. Começar e terminar o dia com você é tudo de que eu preciso."

A História            
Nessa livro vemos a continuidade da história de Ava e Jesse. Ele se mostrando cada dia mais dominador e Ava sendo sua submissa.  A obsessão que Jesse tem por Ava se torna a ser tão intensa que chega a beira da loucura. Ele é completamente louco por ela e deixa isso bem claro sempre que pode. Ele sente como se Ava fosse tudo pra ele, como se fosse até mais importante que sua própria vida. Ele sempre foi um homem que não tinha com o que se preocupar, então só sabia “aproveitar” das mulheres com muito sexo e se entregar a bebidas, seu hotel era seu lugar favorito.
Ava luta muito para não se entregar, mas acaba se vendo em uma situação muito complicada ao ver o homem que ela ama numa situação um pouco difícil.  O que não muda muito é a forma que Jesse leva sua forma de dominar Ava, ele acaba atropelando todos os homens que rodeiam Ava, com medo de perder a mulher que ele mais ama, tudo que pode ser uma ameaça, ele resolve logo tirar do seu caminho.
Jesse Ward traz para nós um misto de sentimentos, pois é um homem apaixonado, carinhoso, atencioso, prestativo e dedicado. Mas ao mesmo tempo completamente louco, complicado, mandão. Podemos ver que esse lado obsessivo dele tem uma razão, ele é torturado internamente e nessa história descobrimos um pouco mais sobre isso.

Encontre alguém que não solte a sua mão...


https://pixabay.com/pt/photos/amizade-m%C3%A3os-uni%C3%A3o-amor-2156174/

Um dia eu acreditei que contos de fadas poderiam existir. Que, em algum lugar no mundo, em um momento oportuno, eu conheceria alguém que finalmente me faria feliz.

Na primeira vez que encontrei o amor, me senti em êxtase. Era um sentimento puro, pleno, e que transbordava...

Pela primeira vez, alguém segurou a minha mão, e eu não me sentia mais sozinha.

Passados alguns meses, o encanto se desfez, e aquela mão que estava sempre sobre a minha, agora não estava mais.

Aquele dilema sem definição



Nunca fui muito certeira. Nunca tive o costume de saber exatamente para onde ir ou como agir em certos momentos que exigiam a maior atitude de alguém. Sempre fui dessas que se fosse dar um passo a diante pensava um milhão de vezes, ao contrário das palavras que tomam o controle sobre mim e saem sem pedir, sem eu nem perceber. Parece que estou sempre sofrendo o perigo de chorar de novo, de me desesperar novamente, até me arrepender.