Últimas postagens

Chegar a algum lugar


https://pixabay.com/pt/nevoeiro-n%C3%A9voa-estrada-perdeu-1208283/
Não sei se consigo continuar

Quando tudo tenta me parar

Quando a vida é tão incerta

E a caminhada nada reta



Há luz no fim do túnel?

Ou é apenas imaginação?

Há infinitude em nós?

Ou apenas encenação?



Não sei se quero ir

Quando tudo tenta me dizer para ficar

É que estou falando do mundo de dentro

Esse que ninguém consegue escutar


Qualquer coisa


Alma? É você?
Quero te dizer muito
Mas nem sempre sei como demonstrar
É que fica tudo tão sorrateiro
Me fazendo desmoronar

Sinto como se o mundo parasse
Como se eu fugisse para longe em pensamentos
Não sei nem quando foi que saí por aí
Mas não sei como voltar
Acho que me perdi

A vida está correndo
E eu estou tentando alcançar
Nem sempre irei perder
Nem sempre irei ganhar
Tudo isso eu sei
Mas não mais me importo em saber

#Resenha: O Caminho para Casa - Kristin Hannah


Título: O Caminho para Casa

Autora: Kristin Hannah

Editora: Arqueiro

Páginas: 352

Ano de publicação: 2012

Onde comprar: Amazon | Saraiva

"Talvez o tempo não curasse as feridas, exatamente, mas criasse uma espécie de armadura, ou uma nova perspectiva.  Uma forma de lembrar com um sorriso e não com um soluço".

A História


Você sabe qual é o caminho para casa? E quando não se tem um lar para chamar de seu, para onde é que se volta?

Lexi é uma menina que sofreu muito durante a vida, com uma mãe alcoólatra e viciada em drogas. Ela cresceu em lares adotivos temporários, mas sempre odiou esses lugares. Quando Lexi encontrou uma família boa, sua mãe reapareceu e a levou novamente para a sarjeta de sua existência precária, sempre jurando seu amor, mas sem demonstrar tal sentimento em suas atitudes.

Só que agora as coisas vão finalmente mudar na vida de Lexi. Agora ela terá um lar para chamar de seu. Uma tia distante decide ficar com ela. Ela vai se mudar. Vai conhecer um novo mundo, mas, acima de tudo, Lexi irá experimentar sentimentos e sensações que até então jamais havia sentido. No entanto, será que o amor anda sozinho ou sempre vem acompanhado?

Ao se mudar, Lexi conhece Mia. Mia torna-se sua melhor amiga, sabe aquela BFF? Então, assim é Mia na vida de Lexi e vice-versa. E, como se ainda não bastasse, Lexi ganha o sentimento gostoso do primeiro amor: ela se apaixona por Zach, irmão gêmeo de Mia. Os três constroem uma linda amizade, um tipo de laço não só bonito, mas confortável e sincero. Eles selam um pacto de nunca se abandonarem.

E então o inesperado acontece: um destino cruel e doloroso irá engolir a todos.

O que fazer quando se percebe que não se pode voltar atrás?

Dicas sobre como escrever um texto de qualidade


https://pixabay.com/pt/escrit%C3%B3rio-em-casa-336378/
Para escrever um bom texto é preciso muita atenção e cuidados para que se alcance o objetivo pretendido, afinal quem escreve tem algo a dizer para alguém que precisa compreender o que está sendo dito.

Quando você pensa em escrever sobre um tema, o que utiliza como método para essa técnica? Como saber exatamente o que é essencial para seu texto? Todos querem saber como escrever um texto de qualidade. E se você, ao responder essas perguntas, descobriu que não utiliza método algum, pode ser que esteja começando pelo erro para início de conversa.

O objetivo desse texto busca auxiliar a sua escrita com intuito de te capacitar a escrever um texto de qualidade com algumas práticas simples, mas que farão toda a diferença na hora de planejar, objetivar e redigir seu conteúdo. Fique atenta(o) aos pontos elencados a seguir.

#Resenha: Os seis finalistas - Alexandra Monir


Título: Os seis finalistas       

Autora: Alexandra Monir

Editora: Grupo Editorial Pensamento (selo Jangada)

Páginas: 327

Ano de publicação: 2018

Onde comprar: Amazon | Saraiva

“Você fica insensível às tragédias diárias, até a próxima acontecer com você.” – p. 135

A História

O que você faria se fosse escolhido pela NASA para ficar entre os vinte e quatro finalistas e ter a possibilidade de deixar a Terra?

Independente de sua resposta, vale acrescentar que ir para outro Planeta não será fácil e que o motivo de essa necessidade existir é puramente um: a Terra está sendo destruída aos poucos. O que fazer quando não se tem uma casa mais para chamar de lar? Quando não se tem um lugar para o qual voltar?

Vinte e quatro jovens são recrutados pela NASA para que participem de um rigoroso treinamento na base e, através de suas habilidades e capacidade de sobrevivência e resistência, somente seis deles serão enviados para Europa, uma das luas de Júpiter.

Enquanto a Terra sofre com inundações, tempestades fortes e tsunamis, onde a maioria dos vinte e quatro recrutados já perderam sua família, o treinamento acontece no Centro de Treinamento Espacial Internacional (CTEI) em rigorosa pressão, deixando a todos em estado vulnerável.

Embora a Missão Europa pareça ser estritamente importante, com o lema de que o futuro da raça humana esteja correndo perigo e depende disso, Naomi não deixa de ter suas indagações acerca do modo de operação preocupante e de alguns critérios em que ela acredita fielmente serem verdadeiros. Tudo o que ela sabe é que estão escondendo algo. Tudo o que ela quer é desvendar o verdadeiro mistério por trás disso tudo.

É lá que ela conhece Leo. É lá que ela começa a se dividir entre ficar e ir. Ao se conhecerem, tudo parece estar ainda mais difícil de escolher. Afinal, como é que você pode querer acabar com algo que, para todos, é a luz no fim do túnel?

#Resenha: O Poder - Naomi Alderman


Título: O Poder

Autora: Naomi Alderman

Editora: Planeta de Livros Brasil (selo Minotauro)

Páginas: 368

Ano de publicação: 2018

Onde comprar: Amazon | Saraiva

“É que todo dia a gente cresce um pouco, todo dia tem alguma coisa diferente, e com o passar dos dias de repente algo que era impossível se torna possível. É assim que uma menina vira mulher.” – p. 44

A História


Imagine um mundo onde as mulheres que têm o controle de tudo. Nesse mundo, os homens as temem. Nesse mundo, as mulheres são a força, uma força brutal. Nesse mundo, são os homens que sentem medo de andar sozinhos à noite. É um mundo governado pelas mulheres. É um mundo temido pelos homens. E é onde as mulheres se uniram, se apoiaram e se tornaram invencíveis.

De repente, mulheres recebem poderes. Isso mesmo, poderes. Elas são capazes de eletrocutar alguém. São capazes de gerar energia, de dar choques, de matar. São fortes e tenebrosamente poderosas. Quando percebem sua força, deixam de temer aos homens. Deixam de obedecê-los. Deixam de se subordinar a eles. Elas não se escondem mais. Elas não vão mais se silenciar, porque, agora, quem manda no mundo são elas. Elas são Deus. Elas são a autoridade.

Forças armadas, exército e homens de todas as tropas e com todos os treinamentos possíveis não são páreos para elas. Elas derrubam tudo, mas, principalmente, derrubam quem as derrubou por tantos anos. De repente, mulheres são vistas como o perigo, capazes de dar ordens e castigar homens com toda sua fúria. De repente,  mulheres se transformam também nos monstros da história. Se transformam na doença que precisa ser combatida, mas elas estão em todos os lugares, exigindo, se unindo, governando.

Até que coisas ruins de um mundo sujo e cruel se repetem. Só que, dessa vez, vemos o outro lado da moeda. Vemos e sentimos na pele o que era silêncio se transformar em um brado alto e eletrizante de fúria.

O mundo está em novas mãos. Em um novo caos.

15 Desafios literários: você conseguiria?


Livros são viciantes. E essa é a frase mais clichê e verdadeira que conheço. Sério. Mas aí vai um segredo que talvez você ainda não pensou sobre: Amar livros é uma tortura. Uma tortura diária, não é mesmo? Somos obrigadas(os) – porque somos obrigadas, lógico – a ver dezenas de livros em nossa timeline todos os benditos dias. E os catálogos de lançamento das editoras? Sem falar nas diversas seleções de parceria por ano para várias editoras que cobiçamos. Isso tirando o fato de estarmos sempre começando um livro paquerando outro, um desastre. Fora quando não aguentamos e nos tornamos leitores de mais de uma história por vez.

Ufa. Quanta tortura.

No entanto, hoje vim te fazer pensar em alguns desafios literários (pausa para minha gargalhada maligna). Quero que apenas pense, sabe, sobre coisas que você não conseguiria fazer. Vou elencar logo abaixo algumas coisas que eu não sei se conseguiria suprir. Eu te desafio a:

Uma distância para chamar de obstáculo


https://pixabay.com/pt/m%C3%A3os-amor-casal-juntos-dedos-437968/
O amor adora nos pegar desprevenidos e com a determinação de não amar de novo em alta. Foi assim que conheci você. Você que não é perfeito e é feito de carne e osso como todos os outros que já passaram pela minha vida. Você que não é príncipe encantado, mas que tem um certo encanto. Você que, do nada, se tornou tudo para mim. E acabou sendo impregnado nas paredes do meu quarto, no som daquela música melódica que conhecemos juntos, na brisa dos dias de inverno que tanto veneramos. Nas folhas secas de um outono ou outro que faz questão de avisar que veio para refrescar o clima entre nós.

5 livros com melhores amigos (parte 1)


Dia do amigo foi ontem, 20 de Julho, eu sei, mas mesmo assim eu quis vir trazer essa postagem para vocês prestigiarem simplesmente porque todo dia é dia de agradecer por uma amizade. Estou agradecendo aos autores e às autoras incríveis que escreveram com muito amor sobre a amizade em seus livros e, para isso, elenquei 5 melhores livros com melhores amigos! E é a parte 1, viu? Já estou programando a parte 2 também.

Ah, vai, quem é que não gosta de livros que retratam melhores amigos? Eu amo! Se você também gosta, vem que essa lista é para você!

#Resenha: Clash: Quando Corações se Partem – Nicole Williams

Título: Clash - Quando Corações se Partem (Livro 2)

Autor: Nicole Williams

Páginas: 185

Editora: Planeta de Livros Brasil (selo Essência)

Ano de publicação: 2018

Onde comprar: Amazon| Saraiva


“Acho que finalmente decidir o que se quer da vida faz a gente sentir que ela é mais valiosa.”

História


Jude e Lucy são um casal completamente apaixonado. Esse sentimento é tão forte e tão intenso que eles acabam sentindo ciúmes na mesma proporção, e os ciúmes acabam gerando brigas. Eles agora estão na faculdade e, depois de tudo que passaram no ensino médio para ficarem juntos, Lucy prometeu que jamais iria desconfiar de seu amado Jude. No entanto, Jude está super famoso na faculdade e isso acaba gerando uma concorrência muito grande, pois todas as meninas querem tê-lo, mas a única que ele ama é Lucy. A partir disso, Lucy acaba tendo um pouco de desconfiança sobre isso e passa a pensar não ser tão boa para ele. O que Jude vai achar sobre essas desconfianças de Lucy? Será que o amor deles é tão intenso ao ponto de passar por todos esses obstáculos?

E Jude, como ele reage sendo namorado de uma linda bailarina? Será que só Lucy que sente tanto ciúme nessa relação ou Jude também é tão ciumento com as pessoas que dançam com Lucy? Esse relacionamento é uma verdadeira montanha-russa que terá muitos altos e baixos, mas que no final poderá valer muito apena. Então acredito que todos irão amar embarcar nessa história.

Uma carta jamais enviada


https://pixabay.com/pt/escuro-quartos-escrit%C3%B3rio-tabela-2584166/
Uma mulher feia discorda de Dostoiévski (em Noites Brancas):

Um momento de felicidade não é o bastante para iluminar uma vida.



Meu querido,



Eu era uma garota tensa, tola, que havia sofrido uma rejeição recente, traída por um namorado, estava magoada e com medo de um novo relacionamento, quando pela primeira vez fui realmente cortejada (à moda antiga) e admirada, por você; eu que era sempre a que se esforçava e muito para atrair a atenção dos meninos. Eu não sabia o que fazer ante o seu entusiasmo, sua espontaneidade e nem estava preparada para a violenta emoção que se apoderara de mim.