Cartas,

#Cartas: Não foi minha culpa

maio 16, 2019 Cláudia Goliver 0 Comments


Tem pessoas que nutrem uns sentimentos de ranço para conosco assim sem muita explicação, já passou por isso? Eu já, por isso resolvi escrever a esta pessoa mesmo que não mude nada a ela, mas para mim pode mudar, pois a mudança começa dentro de nós, não podemos mudar o outro, e sim a nós mesmos.

Eu sempre te vi com bons olhos, mesmo às vezes me doendo o peito, mas eu nunca lhe desejei mal algum. Não sou e nunca serei sua inimiga, porém você não suporta nem ouvir meu nome. O que eu te fiz? Queria realmente saber, se foi por causa dele...

Sinto muito, mas se chegou ao fim não foi minha culpa, por mais que eu fosse a melhor amiga dele e sempre quisera o seu bem, jamais o induzi a se separar de você. Acho que você nunca soube, mas eu até dava conselhos e dicas para lhe surpreender e agradar. Estou sendo sincera, mas você era imutável, sempre fria para aquele pobre coração apaixonado por ti.
Não foi culpa minha, mas sim sua, sejamos francas e sinceras, você nunca de fato deu o devido valor que ele merecia, nunca soube retribuir o amor que ele dizia ter por você e merecia ser amado de volta. Sei que você estava machucada, já sofreu muito, mas ele nunca teve culpa disso também, sei que é normal ter ciúmes das amigas dos nossos namorado, mas pelo que dava a perceber você só queria uma companhia onde você podia fazer o que bem quisesse e ele continuasse ali sempre do seu lado, mais ele acordou a tempo, e lhe afirmo não foi minha culpa.
Eu não compreendo o porquê tanta birra você tomou de mim, eu sou grata a ti, pois me tornei uma pessoa melhor, aprendi a não fazer o que você fazia, e sim me reaproximei mais dele, eu queria ser sua amiga também, mas você nunca quis, você fez um conceito errado de mim e jamais quis destruir e conhecer quem de fato sou.
Sinto muito, mas não foi minha culpa, espero que um dia você acorde para a vida, cresça, evolua e deixe esse ranço lá no passado, essa infantilidade. Espero um dia poder lhe cumprimentar com um sorriso e receber um de volta seu, mas se assim nunca ocorrer, saiba que lhe desejo o melhor, sempre desejei e ainda continuo, mesmo não compreendendo o porquê dessa birra sua para comigo, não foi minha culpa.
E aí já passou por isso? Alguém já tomou birra de você sem um motivo que você de fato saiba? Ou foi você que fez isso? Só afirmo que isso não faz bem pra nenhum dos lados, devemos nos livrar desses sentimentos o mais breve possível, este texto é uma espécie de liberdade pra mim, faça algo que te liberte também. Fica a dica!

Comentários
0 Comentários

0 Recados:

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)