Conheça nossa página

#5em1: 5 dicas incríveis para escrever uma declaração de amor!


Vocês sempre me pedem lá na página do blog ajuda para escrever um texto para o love. Pensando nisso e levando em conta que o Dia dos Namorados está chegando, decidi criar umas dicas para ajudar nessa tarefa para quem gosta e quer escrever uma carta, um texto ou até mesmo uma postagem no Facebook mesmo. Vamos lá?

1- Comece pelo começo!

Sabe aquele dia especial em que tudo aconteceu? Aquele acaso mais bonito? O dia em que você daria nada por ele? Isso aí, o dia em que esbarrou com a pessoa que está aí ao seu lado hoje! Comece por esse dia, como foi? Foi mesmo por acaso? Foi divertido? Especial? Romântico? Relembre as primeiras palavras ou uma frase em especial que te marcou muito. Aquele lugarzinho onde tudo aconteceu e que é impossível esquecer, fale sobre esse momento bom da forma mais simples possível, mas fale. Reviva os sentimentos que sentiu naquele momento e transpasse-os. E nem precisa se preocupar com datas. No calendário é marcado um número que se refere aos dias, mas em nossa memória o que importa mesmo é o momento por inteiro. Se foi especial, a gente nunca esquece e se a gente nunca esquece é sinal de que merece ser lembrado e registrado quantas vezes forem preciso.

2- Atenção aos momentos peculiares!

Sabe do que estou falando, não sabe? Todo mundo tem suas manias. Todo mundo é cheio de nóias, manhas, maneiras de ser. Imagine quando duas pessoas diferentes juntam suas loucuras? Exatamente! Sai mais loucura ainda! Fale sobre isso. Aqueles momentos peculiares onde o dia que estava um tédio simplesmente mudou e melhorou de repente. Aquele momento em que surgiram apelidinhos malucos de um para o outro. De sonhos estranhos e planos imperfeitos que teria tudo para dar errado, mas que, mesmo assim, fizeram parte da história de vocês. Houve um tombo engraçado e que nunca esqueceu? Conte! Houve um dia em que nada saiu como o esperado, mas, no fundo, vocês permaneceram juntos? Conte! O importante aqui é trazer a carta/declaração para o mais íntimo possível, com coisas que só vocês dois poderão interpretar. Solte a imaginação e dê asa às lembranças!

3- Seja agradecido(a)!

Agradeça sempre! No dia a dia, no automático das tarefas, no corre-corre do cotidiano, a gente acaba perdendo a chance de ser grato. Mas temos que ser gratos sempre! Temos que agradecer pela vida, pelas pessoas ao nosso lado, pelos momentos felizes e tristes também – que nos fazem crescer também. Então, aproveite este momento para agradecer por tudo que o outro lhe proporcionou, pelos momentos bons e ruins, pelas alegrias compartilhadas, os sonhos, os planos. Agradeça a presença dele(a) em sua vida, apenas seja grato. Às vezes, um simples obrigado não diz tudo que a gente precisa, essa é a hora. Diga aquele obrigado carregado de sentimentos e significados. Registro-os!

4- Demonstre admiração!

Sabe aqueles defeitos dele(a) que você não gosta? Mas que são pequenos perto das qualidades, porque, afinal, você ainda está ao lado dele(a), não é? É sinal de que, de alguma forma, você o(a) admira. Então demonstre! Ninguém é perfeito, nós sabemos. E todo mundo tem defeitos, uns que temos que saber lidar, outros que temos que esperar amadurecer, não importa, todos fazem parte de quem cada um é. Aceite as diferenças, respeite e admire! O amor está completamente ligado ao olhar que admira. Quando a gente ama, admira. Sem admiração não há amor. Nós precisamos admirar um ao outro e demonstrar, apesar de todas as imperfeições que cada um carrega dentro de si. Deixe claro o que mais ama nele(a). Expresse o quanto é admirável o cuidado, o jeito, a forma como fala, o jeito de andar, o jeito de ser e levar a vida do outro. Sinta o crescimento do companheiro(a) durante todo o tempo em que estiveram juntos e admire.

5- Seja sincero(a) acima de tudo!

Não precisa enfeitar. Não precisa de frases de efeito. A melhor declaração é aquela que toca no fundo do coração do outro. Que vai na alma e traz aquele arrepio aos poros. Atinge por fora, mas faz morada por dentro. É aquela que, acima de tudo, é sincera e verdadeira. Escrita/feita/pensada/elaborada com amor e carinho. Se tem amor e carinho, tem tudo. Se tem respeito e admiração, tem tudo. Se tem sinceridade é tudo. A gente precisa ser sincero, porque quem está ao seu lado te conhece e sabe como é que você é verdadeiramente, mesmo que não te conheça completamente – e duvido que alguém conheça. Então, não precisa ser a carta mais bonita, a mais enfeitada, a mais bem escrita, mas a que mais terá a capacidade de tocar no fundo da alma. Que trará emoção a cada palavra e fará com que vários sorrisos se estampem na face. Portanto, não procure o melhor jeito, as melhores palavras ou as frases mais bonitas, mas aposte na simplicidade das lembranças, dos momentos bons compartilhados, dos sentimentos. Abuse na leveza das palavras, no conhecimento que tem sobre o outro e busque, acima de tudo, tocar o coração de quem você ama.

E aí? Será que consegui te inspirar?

Pegue uma folha, branca, pautada, não importa. E apenas escreva. Comece do começo e viaje até os dias atuais onde nem o tempo nem as circunstâncias foram capazes de separar seus passos de quem você ama. Boa viagem.

Seja simples, mas seja terna(o).



Ah, AQUI, tem um post que pode te inspirar ainda mais! 💘

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo