Conheça nossa página

#Resenha: Vai sonhando! - Megan Maxwell


Título: Vai sonhando!
Autora: Megan Maxwell
Editora: Suma de letras (Objetiva)
Páginas: 278
Ano de publicação: 2015
Nota da leitura: 3,5
Onde comprar: Amazon / Saraiva / Americanas

A História
Imagina que você é um jogador famoso do Inter de Milão. Bonito, pegador, mais conhecido como “o touro espanhol” e que está sempre levando para cama qualquer mulher que julgue ser “perfeita”. Tudo ótimo até aí? E se o destino lhe pregasse uma peça da qual expulsasse do seu belo rosto toda sua suposta felicidade? E se, mediante aos obstáculos da vida, você caísse em um buraco que te tirasse de campo?
Rubén é esse cara. Ou melhor, era. Até que sua vida muda drasticamente quando ele sofre uma queda gravíssima e precisa ser operado, ficar de molho e fazer fisioterapia para que possa retornar sua antiga vida. Só que ele se fecha totalmente para a vida quando descobre que não vai poder voltar ao campo tão cedo, mas, talvez, haja imunidade para seu amargo humor.
Ou talvez Daniela seja apenas Daniela: imune às tristezas da vida.
Daniela é sua mais nova fisioterapeuta e terá que lidar com a acidez do humor de Rubén. E Rubén, por sua vez, terá de lidar com o sorriso tão belo que Daniela sempre carrega por aí que o desconcerta e irrita instantaneamente.
E talvez os dois lidem com muito mais que isso, simplesmente, porque a vida é muito mais.
Quais as chances de uma tragédia carregar os resquícios de um encontro que pode dar certo?
Personagens principais
Rubén Ramos é um cara sarado, famoso, ele joga no Inter de Milão e conquistou o público. Tem vários fãs pelo mundo e adora sua vida. Ele tem um conceito tosco sobre a perfeição e todas as suas “namoradas” são escolhidas à dedo, pois devem ter o corpo “perfeito”, segundo seus critérios. Após o acidente, Rubén se torna um cara cruelmente mal-humorado e desconta sua raiva em Daniela. Só que, talvez, não seja raiva o que ele realmente sente e, por isso, faz de tudo para esconder…
Daniela é loira, não tem o corpo “tecnicamente perfeito” esperado pelos padrões de beleza da sociedade, mas é feliz do jeito que é. Ela é uma moça maravilhosa. Leva sua profissão muito à sério e está sempre disposta a ajudar quem precisa. Em sua face, sempre estampa um sorriso, como se a vida fosse algo permanentemente bom, mas, no fundo, ela guarda um segredo. Um segredo que lhe ajudou a compreender melhor a vida e os valores que nós atribuímos a coisas fúteis. Independente e madura, Daniela lida com as circunstâncias de cabeça erguida e não corre dos problemas. Ela é uma nova mulher após ter passado por momentos difíceis e, quem sabe, ela não possa iluminar o caminho do jogador também.
Os personagens são muito carismáticos, mas não consegui me afetar por muito por eles. Não que não tenham sido bem construídos, só que não rolou aquela química, sabe? Gostei e tal, mas foi só isso. Daniela foi a única que me deixou mais admirada.
Personagens secundários
John Norton é técnico de Rubén. Ele torce por sua recuperação e faz de tudo para ajudá-lo, além de lhe ter disponibilizado Daniela, conceituada por ele, como a melhor fisioterapeuta que conhece. Rúben o respeita e considera muito, sua palavra é sempre ouvida. Porém, ele é algo mais. E talvez o jogador seja muito surpreendido ao longo do caminho.
Jandro é o amigo mexicano zoeira de Rubén. E eu poderia terminar falando assim dele, porque não é alguém tão interessante. No entanto, vou citar ainda que ele é mulherengo (daqueles que também procuram perfeição em cada bunda que vê, Argh!) e machista no mesmo nível. Ah, e, só para completar, ele também é um jogador famoso do Inter de Milão e escolheu por ser aquele riquinho babaca que leva a vida na maior “curtição”, tratando mulheres como objeto.
Olivia é irmã de Rúben que, para o desgosto de todos, resolveu se casar aos 23 anos com Jacobo, um cara 15 anos mais velho. A menina é quieta e está vivendo pelo casamento, sonhando como uma adolescente com o grande dia. Só que todos parecem não a apoiar nisso, mas ela não desiste. E, talvez, possa se surpreender...
Malena é a irmã descolada do jogador. Divorciada, ela é totalmente contra casamentos. É a dentista da família e aquela que fala o que pensa, sem dó nem piedade, porém, ela tem o coração enorme.
Antonella é a amiga de Daniela. Ela trabalha no abrigo pelo qual Daniela faz de tudo para ajudar. É o abrigo onde mora Suhaila, uma garotinha que Daniela tanto ama, e Israel, um adolescente que a conquistou, e ela tenta adotá-los.
Capa, escrita e detalhes
Eu odeio quando odeio as capas de livros. É que eu sei e compreendo todo o trabalho que a editora teve para produzir a capa (e aqui falo mais da pessoinha responsável por essa etapa), então sempre tento ver o lado bom das capas e tal, porém, essa… não consegui. Para mim, pelo menos, ela não faz o menor sentido com a história e é muito sem graça mesmo. A única coisa de que gostei foi da bola de futebol no “pingo” do ponto de exclamação. E só.
O título faz sentido apenas no decorrer da história e é ok.
A escrita é bem leve, típica da Megan. Não é aquela escrita de arrancar suspiros, aliás, achei bem rasa se comparada a outros exemplares. Sem muita emoção, porém a leitura corre bem e não há enrolação para o desfecho da história. O final foi bem construído, porém bem previsível também. Enfim, não foi um livro que vai parar na lista dos favoritos, mas, mais uma boa história para ler em um fim de semana.
Ah, um detalhe importante: a capa do livro e o título não deixam explícitos que tem um lado um pouco hot no livro, acho que isso pode desagradar a quem não gosta dessa mistura sem aviso prévio. Eu não ligo, aliás, já acostumei a ler romances que vão de declarações fofas para cenas de sexo bizarras e selvagens. Mas, claro, tudo dentro da naturalidade da obra, please. Aqui, de fato, você já espera que aconteça e, realmente, acontece.
Conclusão
Então, concluindo a resenha gigante, digo que gostei do livro. Como já disse, é uma leitura que pode não arrancar suspiros e entrar para lista do favoritos (vai saber), mas uma leitura leve, humorística, curta e boa.
Por que a nota 3,5? Porque o livro podia ter sido bem mais trabalhado. A escrita poderia ter tido mais emoção, mais detalhes, não sei. Faltou algo que fez realmente muita falta e talvez eu não saiba afirmar com certeza o que foi que faltou. Enfim, achei que foi uma leitura boa, porém poderia ter sido uma leitura ótima ou maravilhosa. Porque, Daniela é maravilhosa. Acho que ela merecia mais, afinal.
Porém…
Vale a pena a leitura, pois, como disse, é uma leitura fácil, leve e divertida. E, além disso, trata um assunto delicado e muito encontrado no meio feminino, sabe? Um assunto tabu ainda, talvez. Um assunto que mexe com a estrutura emocional de qualquer mulher. E talvez esse seja o fato mais importante relatado no livro. Além de tratar também assunto sobre adoção, o que, na minha opinião, foi um pouco superficial também, mas é um baita assunto.
Entenderam? Tantos assuntos bons abordados, porém achei que não couberam em 278 páginas. Sou uma chata, hahaha.
Enfim, eu recomendo a leitura para quem gosta de romance que vai de declarações ao sexo abertamente. Para quem procura uma história leve, curta e divertida. E para quem tiver curiosidade sobre a história e quiser comprovar ou não minha opinião. Mas, principalmente, para os fãs da autora (eu também sou, viu gente? Acreditem! Hehe).

Nota da leitura:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo