Novos caminhos, novas lembranças

by - março 11, 2020

https://pixabay.com/pt/photos/nevoeiro-n%C3%A9voa-estrada-perdeu-1208283/


Parei no meio do caminho para olhar as pessoas que eu estava deixando para trás e enxerguei aquelas que eu mais amava. Então, me perguntei sobre o porquê de eu estar partindo sozinha, enquanto havia muitas pessoas à minha volta. Mas... Eu não estava sozinha. A razão de eu pensar dessa maneira era que eu não queria aceitar o fato de que eu precisava deixar alguém- ou alguns- para trás e ter que encontrar outros no caminho.
 Nessas idas da minha vida percebi que é preciso seguir em frente sem se importar com o que pode acontecer. É necessário continuar andando, colocar um pé atrás ou um a frente, porque as coisas não precisam ser apenas sobre o passado e o futuro, mas também sobre o presente.

 No meu caminho passaram muitas pessoas, e essas mudaram completamente a minha forma de ver o mundo. É isso que eu gosto nas pessoas: a capacidade de poder mudar a maneira como alguém observa a vida. Elas pertenciam a um futuro tão inatingível para mim, mas que agora são mais algumas lembranças do meu passado.
 Como continuar quando tudo o que está a minha frente é simplesmente nada (ou eu penso que não há nada)? Tento fugir do pensamento de que tudo é finito, que as pessoas são todas iguais, ou que lugares novos são apenas mais alguns lugares que eu ainda não descobri, enquanto na verdade é totalmente o oposto. Eu sei que ainda não acabou e que vou conseguir inventar um tudo para esse nada.
 Eu sei que quanto mais eu caminhar, mais pessoas e momentos eu terei para relembrar e é esse o sentido da vida: viver e reviver os momentos. Se eu ficar presa apenas naquilo que é a minha “zona de conforto”, eu nunca vou olhar a vida sob outra perspectiva e nunca vou adquirir conhecimento.
 A lição que eu tenho da vida é que ela nos dá oportunidades, sejam elas para conhecer novas pessoas ou novos lugares, e precisamos nos arriscar a qualquer uma delas, pois, somente assim, teremos algo para relembrar o que nós fomos.

Hei! Acho que você vai gostar disso também:

0 Recados

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)

Que tal as postagens mais recentes diretamente no seu e-mail?



Últimos vídeos:

Textos para sua alma