Melodramas,

Leia esse texto se sua alma está aos pedaços

janeiro 28, 2019 Sâmela Faria 4 Comments


https://pixabay.com/pt/blur-close-up-menina-mulher-m%C3%A3os-1867402/
Às vezes nos sentimos no fundo do poço. Como se a alma tivesse se afogado dentro de nós. Como se nossa respiração saísse tão pesada que quase não a sentimos mais... como se nada mais importasse. Como se tudo tivesse acabado sem sequer ter, de fato, começado.  

Às vezes nos sentimos assim: totalmente sem saída sem ao menos termos saído do lugar. 


É que dói não poder fazer muito mais por si mesmo, dói saber que precisamos levantar, arrumar forças da onde não temos para continuar. Mas sabe o que mais machuca? Ter que fingir que está tudo bem quando sabemos que nosso mundo de dentro está aos pedaços, com nossos cacos para todos os lados.


Nunca tem alguém por perto quando a gente entra em crise, não é mesmo? É sempre o que pensamos. Nunca tem alguém por perto quando nossa mente insiste em nos fazer lembrar de tudo que mais machuca. É quando nos perdemos de nós mesmos... quando não sabemos mais quem somos e nem quem queremos ser. 

É quando perdemos nossa capacidade de querer mudar, nossa ânsia pelos dias melhores vai cessando, ficando para trás junto com a gaveta empoeirada de sonhos. 


É, eu também sei como é, sabe? Sei que dói sem pesar. Dói tão no nosso íntimo que ninguém jamais percebe, todos pensam que você está normal... até que você implode.

Eu sei o que é chorar de desespero. Eu sei o que é chorar de medo. Eu sei o que é chorar de desesperança... de saudade, de piedade, de vergonha. Eu sei o que é chorar só por chorar também. É que parece que a alma vive tão sobrecarregada que quando uma lágrima cai, uma enxurrada de choro acompanha. Eu sei o que é tudo isso, porque vivo os dias como você, choro, sofro, quero sumir na maior parte dos dias. 

Mas quando o desespero passa, quando a janela é aberta e eu vejo o dia, o céu tão azul, os pássaros que voam sem medo, as nuvens que desenham meus segredos... até parece que fica mais fácil suportar.


Foi assim que percebi que a beleza está nos olhos. Sempre vejo beleza na escuridão, talvez por eu viver no escuro, mas também por eu ainda ver o brilho da luz no final do caminho. Talvez por eu ainda ter fé, bem lá no fundo do peito tão destroçado e sem esperança, mas também por eu não estar sozinha nesse mundo de meu Deus. Existem tantos de mim por aí, não com a mesma dor, nem com os mesmos dilemas, mas com dores e dilemas que não se podem pesar. A gente não compara quem sofre, porque quem sofre também tem a alma abatida, o olhar encapado por uma mentira em consonância com a frase “está tudo bem” que sempre sai de nossos lábios. É tudo a mesma coisa, apesar de ser tão diferente.

Mas quero te dizer algo: se não está tudo bem, diga. Se não está tudo bem, escreva. Faça como eu nesse exato momento, escrevendo esse texto para você saber que não, você não é a(o) única(o). E eu sei que pensa que está sozinha(o), mas não está.  

Sempre tem alguém com marcas da vida escondidas dentro do peito, a gente só não vê, da mesma forma que não veem a dor em você.


Entre ficar tudo bem e continuar na mesma existe um alguém que precisa se reerguer. Eu sei que você sabe que esse alguém é você, mas não precisa levantar do chão sem uma mão amiga se as pernas fraquejarem. Não precisa continuar no chão se não conseguir levantar... basta apenas uma palavra sua para que alguém possa lhe ajudar. Estenda a sua mão. Estenda a sua alma. Estenda sua dor... até que não precise mais ler esse texto e chorar, mas sorrir por ter superado.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Me identifico demais com esse txt, Sam.
    Amei a forma com que vc escreveu cada frase. Lindo e tocante.
    parabéns !
    "Sempre tem alguém com marcas da vida escondidas dentro do peito, a gente só não vê, da mesma forma que não veem a dor em você." É muito vdd.
    Quero mais txt assim !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Duda!
      Fico feliz que tenha se identificado!
      Obrigada mesmo, viu?
      Volte sempre.
      Beijos
      Sâm

      Excluir
  2. Uau que lindo.
    Arrasou mais uma vez, Sâm.
    Amei mt.
    Parabés pelo dom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vih. Fico feliz que tenha gostado.
      Volte sempre.
      Beijos,
      Sâm

      Excluir

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)