Amor,

Sobre relacionamentos: Será que caiu na rotina?

setembro 27, 2018 Ana Paula Mota 2 Comments


https://pixabay.com/pt/casal-praia-amor-f%C3%A9rias-ver%C3%A3o-955926/
Depois de muitos anos de relacionamento, algumas pessoas se perguntam, por qual motivo tudo acabou esfriando? Por qual motivo as demonstrações de amor nas redes sociais não são tão presentes mais? Por qual motivo as coisas acabam se tornando diferentes?

E então alguns respondem com um simples “acabou caindo na rotina”, ou simplesmente “perdeu a graça”. Mas será que foi isso mesmo que aconteceu? Às vezes penso que as pessoas simplesmente perceberam que tudo que antes era necessário ser postado, hoje, faz mais sentido ser demonstrado nos pequenos detalhes.

Acredito que as coisas não esfriam, mas passam por uma transformação: o que antes fazia tanto sentido, hoje já não faz mais. A vontade de querer provar para todos tal sentimento, hoje é algo que você quer demonstrar só para aquela pessoa. Aqueles textões se transformam em um simples e inesquecível EU TE AMO antes de dormir, talvez até mesmo por meio do carinho ou um abraço não esperado. O que antes era só um fogo da paixão, se transformou num grande amor, que dá espaço ao carinho, companheirismo, o “estar ao lado” quando todos não estão, o apoio quando todos te viram as costas. E até mesmo em um querer simplesmente estar deitado, juntinho, vendo um filme no escurinho, ao invés de curtir uma noitada. Às vezes, os sentimentos também se manifestam ao lembrar do que a pessoa gosta, na procura de sempre estar fazendo algo para agradar.

E as mudanças não param por aí.

As saidinhas do final de semana fazem mais sentido quando você sabe que vai ter a melhor companhia, mesmo que seja para um simples lanche e não um grande jantar. Muitas coisas acabam não sendo mais tão frequentes e dão espaço para momentos que se transformam em tudo que você sempre quis, momentos que guardamos com carinho na memória. Muitas demonstrações passam a ser grandes gestos, alguns deles são tão íntimos que só você e a pessoa entendem. Gestos narrados em um simples “toma cuidado” ou “não esquece de se alimentar”. São coisas que não são vistas com tanto valor, mas que, com o passar do tempo, as demonstrações de cuidado, carinho e até amor acabam se conferindo por meio de pequenos detalhes.

E então surgem aqueles momentos em que antes você dizia “se cuida” e agora você diz “vem cá que eu cuido de você”. O amor é manifestado através do cuidado, e o que antes precisava ser dito, hoje com gestos simples já conseguimos identificar o que é; o que a pessoa quer te fazer sentir. As coisas não precisam ser perfeitas, os gestos e demonstrações podem ser apenas no dia a dia, e mesmo assim você sabe que eles existem. O “Eu te amo” já não é tão novo, mas te faz ter aquele frio na barriga como da primeira vez. Um sorriso faz com que você se sinta a pessoa mais sortuda do mundo.

Coisas tão pequenas que muitas pessoas não esperam sequer viver, mas que quando acontecem se tornam especiais. Um simples selinho se transforma em algo quente. A frase “comprei porque você gosta”, pode mostrar que mesmo não estando presente a pessoa quer fazer algo para te ver feliz. Uma frase como “coloca esse casaco porque está frio” traduz a preocupação que o outro sente, a proteção que tenta dar. As simples mensagens no meio do dia ou uma surpresa boba sempre serão mais que essenciais com o tempo. E até mesmo uma mensagem de “como foi seu dia” é uma atenção que nunca é demais.

Tudo isso são coisas que com o passar do tempo vão fazendo mais sentido que tudo que antes era tão especial. Se pode construir muitas coisas juntos, e ninguém precisa saber, um segredo só dos dois, um abraço que muda tudo, aquela olhada que só vocês entendem.

A verdade é que as coisas não caem na rotina, elas só se mudam para poder fazer mais sentido no tempo vivido.

2 comentários:

  1. Que texto lindo e super realista, amei
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claudia!
      Sim, é um texto bastante realista, não é? Super concordo.
      A Ana soube tocar no ponto em que não pensamos no cotidiano, mas que é preciso.
      Obrigada pela visita e volte sempre.
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)