#Resenha: O Segredo da Condessa - Josephine Hale


Título: O segredo da Condessa (Duologia Segredos, livro 1)
Autora: Josephine Hale
Editora: Independente (1ª edição)
Páginas: 232
Ano de publicação: 2018
Onde comprar: Amazon
“Descobriram que sentimentos e palavras são como um rio, não devem ser represados jamais sob pena de graves transtornos e sofrimentos; eles devem seguir seu curso livremente até cumprir seu destino em paz.”

A História

Estamos em 1878. Tatiana é uma jovem insegura que casou-se com um homem a quem fora prometida. Eles não se conheciam, exceto por uma única vez em que se encontraram enquanto ainda eram bem jovens. Depois disso, Tatiana estudou em um internato para que aprendesse os bons modos, comportamentos e alguns míseros assuntos sobre casamento. Ela sai do internato direto para a sua mais nova casa, juntamente com seu, agora, marido: o capitão da Marinha Real, Frederick Hogan, Sexto Conde de Allencourt.
Após quase três anos de casada, Lady Tatiana começa a perceber resquícios de um sentimento estranho e inesperado brotar dentro de si. E, com o passar do tempo, ela acaba por descobrir de maneiras bem difíceis o que sente, de fato, por seu admirável e grande marido. Mas a Lady de Allencourt é uma moça que cresceu ouvindo censuras, como coisas que são certas ou erradas de se fazer... Ela sabe que não pode sentir essa coisa que sente por ele, mas, no fundo, é uma sensação boa. Como demonstrar o que deseja se foi ensinada a reprimir todos os seus desejos?
Ao pé do que anda lhe ocorrendo internamente, Lady Tatiana passa a sentir mais outras coisas por seu marido, como ciúme, algo que ainda não havia experimentado. Afinal, é tão errado assim desejar o que é seu? E ele, o conde, alheio aos seus novos sentimentos, continua levando a vida normalmente, até que apresenta à sua esposa um lado seu desconhecido por todos, uma parte de sua vida que não costuma falar, deixando Lady Tatiana intrigada. E, como nem tudo são flores, Tatiana de Allencourt é pega completamente de surpresa quando descobre que existe outro amor na vida de seu marido.
“De repente, Tatiana se deu conta de que estava experimentando verdadeiramente, pela primeira vez, a ferroada venenosa do ciúme.”
Diante desses desafios, entre sentimentos novos e uma boa pitada de sensações fumegantes que incendeiam os corpos, Lady Tatiana será envolvida em uma rede de conflitos da qual teme não saber mais como sair.

Personagens principais

Tatiana Bellmont é a Condessa de Allencourt uma moça jovem e bela, com seus olhos castanhos claros meio amendoados e longos cabelos loiros ondulados. É uma boa pessoa, conhecida como a Lady Caridosa, mas é uma jovem retraída, que esconde muito do que é por baixo de uma carcaça de bons modos que fora ensinada a ter. Tudo que a jovem aprendera fora ensinado pelas freiras do internato em que estudou e, segundo elas, nada mais havia para ser ensinado. No entanto, na vida de casada que Tatiana estivera tendo desde então, tudo estava completamente diferente do que aprendera, deixando a moça cada vez mais confusa com seus sentimentos e desejos. Sua vida é como um conto de fadas, ela tem tudo o que precisa e deseja, mas nada parece o suficiente quando o que mais quer é justamente o que não tem: a presença do marido, seu desejo e amor.

“Ainda era cedo para falar de amor, mas sentia uma necessidade de conectar-se a ele de outra maneira que não apenas na cama.”

Frederick Hogan é o Capitão da Marinha Real e Conde de Allencourt. É incrivelmente lindo, com seus olhos azuis quase negros, barba sempre cerrada e bem feita. Apesar de adorar a esposa e querer passar mais tempo ao seu lado, ele tem negócios a cuidar e passa a maior parte do tempo a bordo de seu navio, mal trocando duas ou três palavras com sua Lady. Mas esse não é de tudo o seu maior problema, ele sempre quisera ter liberdade para com sua esposa, no entanto, tudo o que menos queria era assustá-la com seus desejos insanos, já que ela sempre se mostrara tão reprimida e tímida. Tudo muda em sua vida quando ele apresenta à esposa duas pessoas próximas a ele, parte sua que mais ninguém conhece. É quando ele percebe que sua adorável Tatiana anda tendo atitudes estranhas, que não são dignas para uma Lady! Ele parte então para mais uma de suas longas viagens, ainda brigado com sua jovem esposa, mas o que ele não imaginava era que sua vida mudaria totalmente após essa viagem.

Personagens secundários

Tully Page é a criada pessoal de Lady Tatiana. Mais que isso: é sua confidente e amiga. Tully é uma mulher experiente que sempre trabalhara em casa de família desde muito nova, ou seja, a moça tem muita experiência quanto a cuidados e também com relação a pessoas e matrimônios. Ela percebia o jeito com que sua milady e seu milorde se olhavam. Ela pressentia mais que um casamento arranjado ali. Tully faz de tudo por sua patroa, está sempre se ocupando de cuidá-la e deixá-la bela, além de bem disposta.
Mariette Bechard é uma modista francesa de extremo bom gosto, no entanto, por conta de seu passado, ela é mal vista pela sociedade preconceituosa e especulativa. Ela sabe que todo mundo fala dela e de sua filha, mas ninguém sabe tudo o que teve que passar para que pudesse sobreviver e chegar onde chegou hoje. É uma mulher elegante e graciosa. O que ela faz de melhor é lançar tendências e trabalhar com moda, o que faz muito bem.
Emmeline Bechard é a filha jovem de Mariette. Aparenta ter a mesma idade que Tatiana, tem uma pele de porcelana e imaculada e é muito linda. Ela é modista como a mãe, sendo parceria de negócios dela. Cresceu nesse mundo de negócios e faz tão bem quanto a mãe.

“Seria aquele brilho no olhar ametista um sinal de desafio?”

Capa, escrita e detalhes

Li esse livro no kindle, ou seja, eu tenho a versão em ebook e nem sei se há ele em versão impressa, mas a capa tem um designer lindo, que faz muito jus à história. Eu amei!
A escrita da autora é ótima! Muito leve e fluida, sem enrolação, mas também sem ir tão direto ao ponto. Acredito que fica no ponto ideal para quem ama histórias bem contadas sem que muita ladainha seja embutida, deixando a narrativa pouco fluida. Eu gostei bastante da escrita. O livro é escrito em terceira pessoa, bem típico de romances de época.
O livro já me ganhou quando saiu do clichê que, em geral, podemos ver em todos os romances de época, onde a história gira em torno de uma mocinha indefesa e que vai aprendendo a se abrir com o moço com quem casa. Ou quando o mocinho é um rabugento grosseiro e, com o tempo, vai sendo domado pela mocinha. Nessa história, conhecemos um elo que vai se fortalecendo aos poucos até que algo põe isso em risco, deixando o casal afastado. Só que, para que as coisas funcionem, a narrativa envolve os dois, não apenas um da relação.
Aqui, vemos um casal que sente coisas um pelo outro, mas ao mesmo tempo guardam inseguranças a sete chaves, sem um diálogo ou demonstrações do que vem a lhes perturbar. No entanto, vemos também um casal que vai compreender muitas questões um do outro de uma forma totalmente inusitada.
A história é rápida, porém foi bem construída, com personagens simples mas que constituem a trama de forma precisa. Adorei o suspense que a autora criou e por ter abordado um assunto que ainda não havia visto em romances de época – aliás, em livro nenhum –: os ciganos. Não posso comentar sobre, mas gostei disso, só achei que poderia ter sido ainda mais evidenciado, já que compõe o diferencial da trama.

Conclusão

Para concluir, eu adorei o livro. Foi uma leitura extremamente rápida – li em algumas horas – e deixou um sorriso em meu rosto, embora o final tenha sido corrido. Recomendo bastante o livro para quem ama romance de época, assim como eu. Ou para quem ainda não lê esse gênero mas gostaria de começar.
Como comentei antes, eu descobri o segredo da condessa antes de ele ser dito, mas confesso que achei genial a intenção da autora. Acredito que também tenha sido um grande risco, já que os acontecimentos incitam situações que talvez alguns leitores possam não gostar – como eu, mas continuei porque sou tinhosa e queria entender os motivos – até que toda a verdade seja revelada. Pensem sempre nisso: os motivos.
Agora, estou ansiosa pelo próximo livro que, já pelo final deste, posso imaginar quem irá protagonizar a trama. Fiquei extremamente curiosa! Enfim, dá para ler os livros separadamente, mas recomendo que leia logo esse, afinal o próximo livro não deve sair por agora.
Está esperando o quê? Baixa logo essa belezinha!

Citações


“Se o passado não nos serve nem como exemplo, então devemos enterrá-lo em vez de relembrá-lo.”

“Não há problema em falar no passado se ele não te afeta mais.”

“Às vezes, a indiferença dos seres humanos para com seus semelhantes é uma coisa chocante.”

“Estar perto de seu marido era caminhar em uma estrada bifurcada; uma das vias a conduzia pelo caminho tortuoso do desejo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)

Nosso instagram!