E se?


E se?
Se você pudesse mudar o mundo com apenas uma palavra, qual palavra seria? Se você pudesse mudar alguém com apenas um gesto, qual seria?  E se você pudesse mudar sua própria vida em um piscar de olhos? O que ficaria e o que não estaria mais nela? Já parou para refletir que, às vezes, nós podemos até querer uma crucial mudança, no entanto, na prática isso pode parecer um tanto mais complicado?
E se a chuva pudesse inundar o jardim do teu coração e transformar todo o seu lado ruim em lado bom? Você ia gostar de ser sempre o bonzinho da história? E se você pudesse fugir de casa em todos os momentos ruins da sua vida, para onde iria? E isso poderia resolver? E se o sol deixasse de iluminar o dia e o nublado fizesse perfurar o céu, e nossos sonhos fossem como os pássaros que sobrevoam e sempre vão, sem medo do caminho? Onde iríamos parar? Onde iríamos chegar, caso quiséssemos ir, sem rumo, sem esperanças, sem expectativas?
Já pensou como seria se as nossas vontades fossem atendidas? Quantos sobreviveriam? Quantos ainda respirariam? E se nossos passos pudessem retroceder ao passado e mudá-lo totalmente? O que estaria fora da sua trajetória vivida? E se sua aparência tivesse completa autonomia em se mudar quando quisesse? Em quem se tornaria? E em como isso lhe melhoraria? Já pedimos tanto que o outro alguém mude, já quisemos muito mudar também, mas onde está o sentido para isso tudo? De que forma alguém deveria ser para não mais querer ser mudado?
Não é como querer montar um robô e me sucumbir dele. Estou fora de querer que o dia torne-se tudo aquilo que eu desejo todos os momentos antecessores e até mesmo os futuros. Longe de mim, e também de todos nós, querer estabelecer regras de como o ser humano deve ser ou não. Está fora de mão a maneira em que as pessoas se importam tanto com as mudanças externas/internas, enquanto deveriam estar preocupados com o que cada um tem de melhor. Mas, por que venerar tanto que o outro deve ser e pensar como você? Cada um com seu modo, jeito, estilo, e concepções. Gente que se aceita como gente, com o que cada um carrega  dentro de si. E se todos nós valorizássemos as suas, as minhas, as deles, as nossas qualidades? E se os defeitos fossem apenas uma questão de ser diferente de quem você é?
E se você pudesse viver da forma como bem entender, ainda estaria vivo?

6 comentários:

  1. Oi Sâmela!
    Que texto hein?
    Uau! Fiquei impactada com algumas reflexões que ele nos propõe.
    Beijo e parabéns
    http://estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ale! <3
      Ah, que bom que gostou e te possibilitou reflexão de alguma forma. Fico feliz por isso.
      Obrigada e volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm

      Excluir
  2. Oie...
    Estou babando nesse texto! Sério, você me fez ficar aqui refletindo sobre várias questões... Acho que todos nós podemos mudar um pouco a nossa volta e o seu texto nos instiga a fazer isso.
    Amei suas palavras, você tem muito talento com a escrita... Espero poder ler muitos outros textos seus por aqui, amei de verdade ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Di! <3
      Isso é muito gratificante para mim, sabia? Perceber que foi bom para quem leu é enriquecedor e muito estimulante, por isso, eu agradeço muito!
      E eu espero que possa voltar aqui e gostar mais vezes! Hahaha.
      Obrigada pela visita e volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm

      Excluir
  3. Olá, Sâmela

    Belo e reflexivo texto. "E se", tão pequeno, mas com tanta capacidade de nos confundir, de nos desnortear, não é? Quando o ser humano aprende a olhar mais pra dentro de si e menos para o que está ao redor e para o que poderia ter sido as coisas começam a fazer mais sentido. Mas isso é tão complicado na prática..

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Sâmela.
    Meu pastor sempre fala isso, imagine se Deus atendesse todos os nosso pedidos? Como ficaria o mundo? E como ficaria nossa vida já que o que é essencial hoje, nem queremos mais amanhã. Adorei seu texto, é uma excelente reflexão.

    Prefácio

    ResponderExcluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)

Nosso instagram!