Fantasia,

#Resenha: Alma? (O Protetorado da sombrinha, livro 1) - Gail Carriger

abril 06, 2018 Sâmela Faria 0 Comments

Título: Alma? (série O Protetorado da sombrinha, livro 1)

Autora: Gail Carriger

Editora: Valentina

Páginas: 308

Ano de publicação: 2013

👉 Onde comprar: Amazon / Saraiva

A História


O século é XIX. Criaturas sobrenaturais como lobisomens, vampiros, fantasmas e preternaturais habitam e fazem parte da sociedade do mais alto escalão. Sim, você leu exatamente isso: no mundo de Alexia Tarabotti, os sobrenaturais vivem em quase perfeita harmonia em plena sociedade vitoriana, juntamente com humanos, estudantes cientistas revolucionários, reis, rainhas, duques, duquesas, condes e condessas.

Tudo começa quando Alexia, a solteirona do pedaço e que tem fama de sempre se meter em confusão, mata sem querer um vampiro. Diante disso, o conde de Woosey, Lorde Maccon, começa a investigar o caso e é quando descobre que aquele vampiro fugia de todas as regras de etiqueta. Intrigados com tamanha discrepância, Lorde Maccon, juntamente com o professor Lyal, irá em busca de pistas para desvendar esse caso misterioso, mas não sem que Alexia se intrometa o quanto puder, até que não se possa mais descartá-la.

Vampiros andam sumindo, outros andam aparecendo sem nenhum tipo de treinamento, Alexia corre perigo por ser quem é e os sobrenaturais buscam compreender o que está acontecendo na sociedade.

Mas será que alguém viu a sombrinha da sra. Tarabotti?

Personagens principais


Alexia Tarabotti é uma mulher de vinte e seis anos, mais conhecida como a solteirona do pedaço. Ela é uma preternatural, uma sem alma, conhecida pelos vampiros como “sugadora de alma”. Seu dom neutraliza qualquer efeito sobrenatural de alguém com apenas um único toque. Além disso, Alexia foge dos estigmas e padrões de beleza da sociedade, onde as moças são de pele clara e tem traços delicados. Alexia tem a pele morena e um nariz grande italiano que chama atenção por onde passa, além de seios fartos. Seu tipo de beleza é desconsiderada por quase todos que ali vivem, mas não é assim para Lorde Maccon. A sra. Tarabotti é filha de italiano – que está morto – e tem uma personalidade peculiar e considerada difícil de lidar para uma mulher daquela época. Alexia não abaixa a cabeça para ninguém, é dona de si, sabe se defender, tem resposta para tudo e é totalmente intelectual, pois adora estar por dentro de vários estudos e livros. E é justamente essa sua personalidade marcante que chama atenção de todos. Sim, ela é a diferentona mais incrível daquela época.

Lorde Maccon é um lobisomem, conde de Woolsey e agente do DAS. Ele é temperamental, bagunceiro, lindo, forte e autoritário. Ele é quem dirige as investigações sobre os sobrenaturais desaparecidos, os que aparecem sem treinamento e sobre o assassinato em legítima defesa em que Alexia se meteu. Ele lembra muito bem daquela moça que arruma tumulto por onde passa, lembra-se também do maldito porco-espinho em que se sentou por causa dela. Ele faz de tudo para deixá-la longe disso, mas quando percebe que a moça  corre perigo por ser uma preternatural – a única que restara de sua espécie até agora – resolve mantê-la protegida a todo custo. No entanto, o que era para ser estritamente profissional se transformou em uma situação constrangedora e excitante quando, em um dia qualquer, numa rua qualquer, durante uma noite qualquer, Lorde Maccon toma Alexia em seus braços e a beija profundamente. Mas o que esperar de uma possível união entre um sobrenatural e uma preternatural?

Personagens secundários


Professor Lyal é o braço direito de Lorde Maccon. Ele também é um lobisomem, mas, ao contrário do lorde, Lyal é mais sensível, com voz mansa e é uma pessoa calma. Ele é fiel à sua espécie, à Maccon e ao DAS e faz de tudo para realizar seu trabalho da melhor forma possível, mesmo que isso implique em sua própria saúde.

A sra. Hisselpenny é uma moça bonita e bem recatada, conforme a época. Mas é extremamente extravagante no que tangia a moda que decidia usar, sempre com chapéus exuberantes e cores vivas misturadas. Alexia considerava suas vestimentas e combinações ridículas, no entanto, como ela era sua única amiga, deixava passar de vez em quando. Apenas de vez em quando.

Evelyn e Felicity são irmãs de Alexia, mas só por parte de mãe. São moças bobinhas, sem muita coisa na cabeça, que só pensam em vestidos, luvas e chapéus para fisgar um bom pretendente. Elas sempre arrumam um jeito de menosprezar Alexia por sua aparência diversificada, assim como a mãe delas, mas não parecem perceber isso como algo ruim, já que se tornara automático.

Lorde Akeldama é um amigo vampiro de Alexia, que possui uma das mentes mais perspicazes de Londres. Ele é extravagante e muito notável por suas roupas de características fortes, coloridas e sofisticadas. Ele nunca a chama pelo nome, pois sempre tem os melhores e mais carinhosos apelidos, como docinho, queridíssima, princesa, entre outros.

Floote é um super mordomo da casa de Alexia, mas muito mais que isso. Ele fora mordomo do pai dela anteriormente e, após sua morte, decidiu seguir a moça aonde quer que ela fosse. Apesar de toda sua total discrição, ele é um cara que se preocupa com ela e está sempre disposto a ajudar.

Capa, escrita e detalhes


Sim, eu amei a capa do livro! Não é uma capa que diz muito, mas diz o suficiente para deixar nossa curiosidade aguçada, ainda mais se percebermos os detalhes nela. Com um toque sombrio, a capa mostra a imagem de uma jovem com uma sombrinha exuberante, quem concordamos ser nossa protagonista cheia de si, sra. Tarabotti. Sem contar que o jogo de cores ficou muito lindo, arrasaram muito na edição completa do livro!

A escrita de Carriger é muito diferente de tudo o que já li até agora em livro fictícios. Carriger aposta em uma escrita recheada de termos cultos e apropriados à época em que se passa a história. No entanto, embora não seja fã de histórias narradas em terceira pessoa e da escrita culta, em momento algum achei a leitura maçante, pelo contrário, a escrita flui com glória e tem um toque divertidíssimo.

Os detalhes da história são o que dão cinco estrelas para essa obra para lá de diferentona. Com uma inteligência indiscutível, a autora soube misturar espécies, histórias e questões sociais tudo em um só livro. A história é extremamente original e peculiar, com muita diversão e que cativa o leitor desde o início. Amei a forma com que a autora conduziu a história, o universo sobrenatural e sombrio mas divertido no mesmo patamar que fora construído e os personagens com suas personalidades singulares e fortes.

Conclusão


Se você leu até aqui e ainda tem dúvidas de que recomendo muito essa obra – que faz parte de uma série –, saiba que esse livro entrou para minha lista de favoritos do gênero ficção fantástica e ganhou cinco estrelas simplesmente por ser incrível e muito bem construído. Amei do começo ao fim, pois a autora soube nos fisgar logo nas primeiras páginas, com um acontecimento estranho e misterioso a ser desvendado.

Estou mega ansiosa pelos próximos volumes que, até onde sei, vão até o cinco. Agora que sei o destino de Alexia, quero saber o que é que ela vai aprontar dessa vez e como é que esse romance estará.

Super recomendo o livro! Principalmente para quem ama ficção! E para quem pensa que esse é só mais um livro de vampiros e lobisomens, pode apostar com tudo porque essa história é muito mais original que isso.

Nota da leitura


 

Agora fique com esse Book Trailer para lá de maravilhoso para te instigar ainda mais:

 

http://editoravalentina.com.br/livro/279/alma

0 Recados:

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)