Amor se constrói

Imagem via Pixabay
Todo mundo quer amor. Todo mundo quer amar e ser amado. Mas sabe quando a gente espera desesperadamente por uma correspondência? Amor não é como uma correspondência que chega com data marcada e fica onde e como a gente quer. Amor não é como uma carta que a gente escreve e envia ou guarda como lembrança. O amor não tem hora pra chegar, mas chega. Só que não é de um dia para o outro, porque amor é construção.
Sabe quando a gente constrói algo com todo nosso suor, carinho e dedicação? Amor se constrói. E não é com gestos esperados, palavras ensaiadas, presença forçada. Amor vai se construindo aos pouquinhos. Vai crescendo devagar, chegando de fininho e se instalando sem culpa, sem rodeios, sem manobras. Ele vem tão puro. Ele finca em nós, como se fôssemos seu melhor esconderijo. Amor vai se criando dia após dia, momento após momento, até que fica, de uma forma única e singela.

Existem vários tipos de caminhos que nos conduzem ao amor. Mas sempre haverá nutrientes necessários para que o faça crescer cada vez mais. O amor depende da sua persistência no amanhã. Depende da sua honestidade consigo mesma(o). Depende da sua atitude. Dessas que mudam tudo, que transformam o mundo... Dessas que nos faz amar. É que o amor não se esconde por trás de uma cena de filme de cinema. Nem está entrelaçado naquele conto de fadas que sempre te contaram. O amor é o que acontece enquanto a gente não desiste do outro só porque as coisas estão difíceis.
Sabe as raízes? O amor também tem suas ramificações. Ele vai se expandindo aos poucos e se tornando algo maior, algo intransponível, sem definição, mas que podemos sentir deliciosamente se instalar em nós. As estações vêm e vão, o amor permanece. O tempo vai e vem, o amor fica. Apenas cresce. Apenas se amplia a cada novo dia. Não falo sobre o tipo de amor que ama só. Falo sobre o amor que une corações em um só caminho, mesmo com sonhos e desejos diferentes. Não falo sobre as cenas românticas dos clipes de música, falo sobre a essência que nós construímos com o tempo. Falo sobre a crença no outro. O apoio. O companheirismo. Falo sobre a infinitude que se estende aos olhares que se amam e não se perdem com o tempo.
Acredito no amor sem limite, mas ele depende de nós para crescer, para ficar, mesmo quando vai embora. É que amor mesmo não se vai com o adeus. Amor é o que fica quando alguém que valorizamos se vai. Amor é o que fica quando tudo parece desmoronar. Ele está ali, bem dentro de nós. Porque o amor acontece quando a gente se dispõe a sempre aprender a amar.

2 comentários:

  1. Oiee Sam que texto lindão, já estava com saudades de belos textos assim, gostei desde a escolha da imagem à cada linha, parabéns. Claro que depois irei compartilhar
    "Falo sobre o amor que une corações em um só caminho, mesmo com sonhos e desejos diferentes." Ha o amor...
    Beijocas pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaaa! Que bom que gostou! <3
      Fico muito agradecida por sua visita sempre, viu?!
      Muito obrigada e volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

Nosso instagram!