Conheça nossa página

#Resenha: Minha versão de você - Christina Lauren



Título: Minha versão de você
Autora: Cristina Lauren (pseudônimo das autoras Cristina Hobbs e Lauren Billings)
Editora: Hoo (selo da Universo dos Livros)
Páginas: 320
Ano de publicação: 2017
👉 Onde comprar: Amazon / Saraiva
👉 Skoob

A História

Tanner é um rapaz fantástico, mas vive em um lugar onde suas asas são podadas, onde ele não pode voar e muito menos mostrar tudo o que é verdadeiramente. Ele ama pessoas. Não os rótulos que elas têm. Ele ama o que a pessoa é em seu mais profundo ser. Quanto a isso, é assumidamente bi. Mas, claro, não para todo mundo, mas para si mesmo e sua família.
Até então, sua vida estava indo muito bem, afinal ele estava conseguindo guardar esse segredo com ele. Veja bem, ele também ficava com meninas, então ninguém jamais percebeu que ele também se sentia atraído por meninos da mesma forma. No entanto, quando sua melhor amiga, Autumn, lhe convenceu a fazer o Seminário (curso de escrita, cujo objetivo é escrever um livro) na escola, tudo em sua vida muda drasticamente.
Não, não é o curso que faz isso, mas o assistente do professor do curso.
Sebastian é mórnon veemente. Ele fez o curso Seminário um tempo atrás e, hoje, está publicando seu primeiro livro, portanto, o professor logo o convida a ser tutor dos alunos no curso, o que, claro, ele aceita de bom agrado. Mas algo muda dentro dele quando ele põe seus olhos em Tanner. De início, ele vai fingir que nada aconteceu, mas, sabe quando a gente não consegue controlar os sentimentos? E parece que eles vêm atropelando tudo e se estampando em nossa testa? Pois é. Sebastian não se livrou disso também.
Duas pessoas que são proibidas de se amarem naquela cidade onde os Mórnons declaram suas doutrinas excluindo toda e qualquer espécie de relação que não seja entre um homem e uma mulher. Duas pessoas que estão se abrindo para os sentimentos, mas que são impedidos drasticamente de ficarem juntas.
Sebastian é filho do bispo da cidade e vai partir em sua missão durante dois anos dali a pouco tempo. Tanner tem aversão aos mórnons, mas acaba por querer decifrar todos os segredos de um Sebastian confuso e reprimido.
O que é maior: quem você realmente é ou a ideia de certo ou errado?


Personagens principais

Tanner é lindo. Tem cabelos escuros, estatura mediana e cílios. Mas não é sua aparência que o torna lindo: e sim quem ele é. Como ele se orgulha de quem é. Como ele vive bem e aceita ser quem é. Tanner é quem é porque ele é a sua melhor versão, sem sombra de dúvida. Ele é um cara que ama pessoas. Ele não está se importando com as partes genitais delas, o que ele ama mesmo é o que a pessoa é verdadeiramente. É isso que o encanta nas pessoas: quem elas são quando ninguém está olhando. Ele é bi assumidamente. Sua família é maravilhosa e sempre o apoiou acima de tudo. Eles são os únicos que sabem quem ele é. Por ele gostar e se envolver com meninas também, ninguém nunca notou nada diferente. No entanto, Tanner também se sente atraído por garotos e tenta reprimir isso logo quando vai morar em Provo, um lugar infestado da doutrina Mórnon, que repreende sem dó quem ele é. Entretanto, todo seu autocontrole desaparece instantaneamente quando ele conhece Sebastian, o filho do bispo da igreja Mórnon.
Sebastian tentou mudar quem é de verdade, mas, no fundo, ele sempre foi incerto quanto a isso. Ele é um cara de coração enorme. É gentil ao extremo e está sempre sorrindo, mesmo que isso seja uma máscara. Filho do bispo da cidade, ele cumpre bem todas as suas obrigações com a igreja e ama o que faz. Ele ama seu mundo, sua família e tudo o que tem. Certo de que dali a alguns meses irá partir para sua missão, de dois anos, ele ora pedindo a Deus respostas para suas incertezas. Ele está lançando seu primeiro livro e também vai sair em turnê para seu lançamento. Sua vida vai andando pelos trilhos, não fosse o fato de ele ter aceito se tornar assistente do professor do curso Seminário da escola, que é onde conhece Tanner. Seu mundo vira de cabeça para baixo quando ele põe seus olhos em Tanner. Ele tenta aniquilar o que sente imediatamente, mas, conforme vai orientando Tanner em seu livro, descobre que a história do rapaz pode ser real e, além disso, pode se tratar sobre o que ele jamais imaginou ser, apesar de saber, no fundo, que era.

Personagens secundários

Autumn é uma garota incrível. Ela é ruiva, tem nariz com sardas e olhos azuis brilhantes. É heterossexual, branca e linda. Ela sempre quis ser escritora e é a melhor amiga de Tanner. Também tem aversão aos Mórnons. Está sempre ao lado dele, para o que precisar. No entanto, ela nutre sentimentos a mais por Tanner, e Tanner sabe disso, sente-se culpado e tenta fazer de tudo para deixar claro que não tem essas intenções, mas se sente culpado por já ter dado uns pegas nela há um tempo atrás. Ele a ama, mas não do jeito que ela precisa ser amada por um homem. Ele a ama como sua melhor amiga. Ela não sabe sobre quem ele é de verdade, mas desde sempre apoiou a causa LGBTQ.
Paul e Jenna são os pais de Tanner.
Paul é médico e um pai maravilhoso. Ele é um judeu não tão judeu assim mais. Sempre apoiou seu filho após saber quem ele era, mas também sempre se preocupou com o que o mundo poderia causar a ele, portanto, faz-se presente constantemente, se importando com tudo que acontece na vida de Tanner.
Jenna é a mãe de Tanner. É uma mulher incrível que largou um serviço incrível em Palo Alto, Califórnia, onde trabalhava na Google, para ir trabalhar em Provo, em um outro serviço muito importante, pois ela desenvolve sistemas softwares. Ela é a maior apoiadora da causa LGBTQ que todo mundo já viu; usa roupas coloridas, adesivos e tudo o que puder para deixar bem claro o seu apoio. Ama seu filho e jamais seria contra seu namoro com um garoto, se ele não fosse um mórnon.
Hailey é a irmã adolescente de Tanner. Sabe aqueles probleminhas (super normais) da adolescência? Então. Essa é a Hailey.

Capa, escrita e detalhes

A capa desse livro é incrivelmente linda! Fiquei apaixonada! E, ainda por cima, a capa traduz totalmente a história sabe? Essa montanha... <3 amei="" edi="" essa="" est="" eu="" font="" incr="" muito="" o="" vel="">
A escrita do livro é simplesmente perfeita: leve e divertida. Sério, eu achei muito divertida, sabe? Apesar de tratar de  um assunto sério e bastante pertinente em nossa sociedade, não foi de uma forma cansativa, mas que nos faz refletir e ao mesmo tempo sorrir, porque, gente, nosso protagonista é a melhor pessoa!
Aqui vai a parte em que eu tenho que falar sobre mais detalhes da história e pontos que gostei e que não gostei, mas, quer saber? Eu adorei muito o livro, sabe? Gostei de como as autores descrevem os personagens tão bem, de como cada um deles nos cativam de uma forma gostosa e de como me fizeram amar Tanner. Amar sua história. Amar suas peculiaridades que lhe fazem tão único e encantador.
Sem contar que essa ideia de unir um livro à escritura de outro livro é fantástica, e eu amo livro assim. Sério. Amei demais e achei que foi muito bem construído, até o final, que nos deixa com o coração na mão, com a incerteza dos fatos. Por diversas vezes, eu apostei que sim (veja bem, isso é diferente de torcer, porque, é claro que eu torcia muito pelo final feliz), mas outras vezes apostei que não, porque eu já estava incerta o bastante com o decorrer dos acontecimentos. HAHAHA.
E errei nas apostas... mas amei ter errado, porque fizeram jus a um final emocionante.
Enfim. Tanner e Sebastian: vocês me arrebataram.

Conclusão

O mais importante do livro é trazer à reflexão sobre como a sociedade tem lidado com o movimento LGBTQ. Cada vez mais vemos a intolerância e, muitas vezes, tal atitude surge das doutrinas religiosas (que não tem a ver com fé ou crença). E ficam algumas questões fortemente importantes para nossa reflexão: será que é isso que é o certo, que humilhemos e repudiemos uns aos outros por causa de quem amamos? Que não toleremos o outro por ele ser diferente? Que abandonemos nosso filhos por causa de quem eles são? Que apedrejemos uns aos outros por causa de não se adequarem aos padrões estabelecidos por uma sociedade totalmente injusta?
É um livro que vai te fazer pensar e olhar para si mesmo, para suas atitudes que reproduzimos muitas vezes e nem percebemos. Então, eu recomendo muito a leitura desse livro, primeiro: porque tocou meu coração; segundo: porque a gente precisa saber aceitar, respeitar e conviver com as pessoas como elas realmente são. Não importa se são bi, hetero, homo, gordo, magro, alto, baixo, branco, pardo, negro, amarelo, azul ou colorido, o que importa é que são humanos. E têm os mesmos direitos que todos.
Embarquem nessa montanha e vejam a história acontecer!

Citações favoritas

“Coragem é ser você mesmo todos os dias em um mundo que lhe diz para ser outra pessoa.”

“O amor não conhece limites.”

“NORMAL” é uma opção da máquina de lavar!”

“Nunca se sabe o que está guardado para você. Apenas esteja aberto para o que vier, e alguma coisa virá.”

“É assim que nos revelamos: com esses flashes de desconforto, com as reações que conseguimos esconder.”

“Eu sou bi, na verdade. Acho que gosto de pessoas, e não das partes físicas delas.”

“Mas você tem a sua vida  e um futuro pela frente. E é a única pessoa que pode fazer seu futuro ser o que quiser que ele seja.”

“Parece que estou andando na escuridão e sei que o que existe à minha frente é seguro, mas ninguém está me acompanhando até lá.”

“É quase impossível colocar em palavras essa transição frenética, o emaranhado que nos tornamos. Só consigo pensar em uma onda na praia e na força incontrolável da água.”

“Mas se uma árvore cai na floresta, talvez, ela não faça barulho. E, se um garoto tem uma paixão pelo filho não assumido do bispo, talvez isso não faça uma história.”

Nota da leitura:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo