Amor,

Amar além das palavras

dezembro 26, 2017 Carol Estacio, 2 Comments

Imagem via We Heart It

Senta aqui, pede um café quente.
Vamos conversar.
É que falar sobre amor exige cafeína, boa companhia e uma bela vista.
E então, por onde começar? Se eu pudesse lhe dar um conselho, seria: não acredite em tudo que lhe falam. As palavras saem e ao mesmo tempo que aumentam seus batimentos cardíacos, se perdem no vento.
No começo tudo é lindo, é novo. A gente está apaixonado, encantado e qualquer suspiro seguido por uma frase bonita nos envolve. O que sobra disso depois de um tempo?
As músicas cantam o amor de várias formas, mas poucas delas conseguiram definir o que é amar tão bem quanto Renato Russo, que já nos ensinou: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse o amanhã.” E, com isso, entendemos que o amor não está nas palavras e sim nos gestos, nas atitudes que tomamos, está principalmente naquilo que sentimos e mal conseguimos explicar.
Ouvi dizer uma vez que o coração nos engana quando se pega carente e, por isso, fica feliz em ouvir aquilo que o faz tão bem, mas tente o fazer entender que um gesto gera muito mais alegria do que uma simples palavra.
Esta talvez seja uma conversa para várias tardes, ou noites, mas é bom começar assim, para que a gente não se iluda com a primeira frase que nos disserem, ainda que sejam textos gigantes ou palavras singelas.
“Vale tudo no amor e na guerra. ” - É o que dizem durante a conquista, por isso ela é tão boa. Mas, melhor que ser conquistada uma vez, é ser conquistada diariamente pela mesma pessoa que te fez sorrir no primeiro dia.

2 comentários:

  1. Oieee uaauuu que texto incrível gostoso de ler do inicio ao fim, depois irei compartilhar haha. beijooos
    http://claugoliver.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)