Conheça nossa página

#Resenha: Amor Imenso – Penelope Ward


 
Título: Amor Imenso
Autora: Penelope Ward
Editora: Planeta de Livros Brasil
Páginas: 269
Ano de Publicação: 2017
Nota: 4,5/5
Onde comprar: Saraiva * Amazon * Livraria Cultura

A História
O que você espera de uma história linda de amizade que está simplesmente acabada por causa de um mal-entendido? Para falar a verdade, não foi muito bem um mal-entendido que levou Amélia a se distanciar de tudo e todos, foi um choque, um choque de realidade que ela jamais esperava ainda tão nova.
Amélia e Justin eram melhores amigos desde criança, viviam juntos para todos os lados. Mas algo fez com que os dois se distanciassem drasticamente, cada um para um rumo totalmente diferente. Desde então não mais tiveram contato. Agora, 10 anos depois, os dois guardam remorsos do passado, e enquanto Amélia quer tentar resolver tudo, Justin não quer sequer tocar no assunto.
Unidos pelo acaso não tão acaso assim, Justin, com sua namorada gatíssima e gente boa, e Amélia se encontram na casa onde se conheceram e são obrigados a passarem o verão sob o mesmo teto: na casa de praia, belíssima feat. deliciosa, que era da avó de Amélia. Os dois vivem brigando e jogando na cara um do outro os problemas do passado. Amélia não aguenta mais, Justin se protege dando seu desprezo, mas os dois estão mentindo para si mesmos, só não querem admitir.
Quanto tempo dura um tempo que já passou? Quanto tempo dura a dor de um amor não compreendido? O novo tempo fará com que os dois encontrem respostas para o que ficou no passado e, contudo, consigam completar as peças que faltam no presente.
Personagens principais
Amélia é professora e vive sozinha. Após abandonar tudo, ela se entregou a uma vida independente. Ainda guarda muitas dores do passado, principalmente de sua mãe irresponsável e que não dá a mínima para nada. Ela acaba de sair de um relacionamento onde pegou seu namorado com outra, quando recebe uma notícia boa, em partes, na verdade: agora ela tem direito a metade da casa de praia de sua avó, a quem tanto amava. Amélia é uma pessoa linda por dentro e por fora, porém sua autoestima está no caos dos tempos. Só ela não vê a grande mulher que é.
Justin trabalha com venda de softwares e, além disso, é músico por amor. Ele é um cara rabugento quando quer, mas tem um coração imenso, onde guarda suas melhores lembranças da infância. Com uma linda voz, ele compõe e toca quando pode, ou quando é chamado e é muito bem recebido pelo público. É fiel à sua namorada, Jade, e trata Amélia muito mal pelo o que ela fez, mas, sabe quando alguém tem bom coração mesmo? Esse é Justin. Essa farsa não dura muito tempo, apesar de ter sido tempo demais.
Personagens secundários
Jade é a namorada bonitona, com belo corpo, cabelo e rosto. Só que ela não é aquela mulher que só pensa na fama, apesar de ser atriz, ela tem mais que apenas o rosto bonito. Amélia descobre em Jade uma pessoa maravilhosa, apesar de seu ciúme, elas se tornam amigas e Jade faz de tudo para que Justin e Amélia possam ter um relacionamento melhor.
Tracy é a amiga de Amélia que também é professora na escola onde lenciona. E também é com quem Amélia pôde contar nesses anos em que esteve sozinha.
Roger e Susan são os novos vizinhos da casa de praia. Susan se torna amiga dela e a ajuda sempre que precisa.
Capa, escrita e detalhes
Não gostei da capa, pra ser sincera, achei meio nada a ver com a história. Olhando a capa, não dava nada pelo livro, pensei que fosse só mais uma história clichê com trechos eróticos. No entanto, o livro teve uma boa trama, e distanciou bastante da ideia inicial que tive por causa da capa, por isso eu a abominei. Penso que ela causa a ideia errada do que o livro traz de verdade. A única coisa que tem tudo a ver com a história é o fato do modelo, que idealiza Justin, ter as tatuagens descritas ao longo da história, o que, de fato, é interessante ser mostrado, pois marca o início e o fim de tudo.
Penso que a capa poderia ser mais melódica, não sei, mas que chamasse atenção para a história bonita de amizade e amor que carrega. A cara de sedução que o modelo faz é totalmente desnecessária ao que realmente é a história de Justin. Enfim, são só detalhes, que fazem a diferença, eu sei, mas que ainda assim não impede de o livro ter sido ótimo.
A escrita do livro é simplesmente leve e não há como não compreender. O livro é narrado em primeira pessoa por Amélia e traz uma coisa muito legal, que são vários capítulos que contam o que aconteceu no passado (está tudo sinalizado, não há como se perder). Ah, e tem uma surpresa gostosa no final do livro que não posso revelar, então, uma dica valiosíssima: NÃO OLHE A ÚLTIMA FOLHA PRIMEIRO, OK? Siga a brisa, apenas.
Tenho que fazer uma afirmação aqui: eu adorei a escrita do livro e a trama em geral, porém achei que foi tudo um pouco corrido mais para o final do livro. Essa questão de X meses depois, deixa a gente numa expectativa grande e a gente quer saber os detalhes! Mas, de qualquer forma, não achei que deixou o livro desmerecedor de nada.
E o título é bastante compatível com a história, apesar de parecer meloso.
Conclusão
Enfim, querem saber o que achei? Eu simplesmente me surpreendi com esse livro! Não dava muita coisa por ele, mas gostei do título e a sinopse me deixou curiosa. Foi uma leitura muito rápida, li em dois dias apenas! E eu consegui compreender bem a trama, sem ficar com muitos questionamentos. Para dizer a verdade, penso que essa é o tipo de história que valeria um segundo livro, porque, tem uma coisinha batucando aqui na minha cabeça (que não posso falar para não dar spoiler) que poderia causar um problema mais para frente. E aí, que tal um segundo livro, Penelope? Hehehe.
Eu iria adorar!
Para os amantes de romance, lá vai minha recomendação! Leia essa maravilha e surpreendam-se com essa história de amor e amizade e superação e tudo o mais… Permitam-se se surpreender com a garra de Amélia e o amor de Justin, mas, inclusive, com as variadas loucuras que acontecem nessa trama em apenas 269 páginas.
Adorei o livro e sei que quem ama romances irá adorar também! Recomendado!
Citações
Era a calmaria antes da tempestade, sem dúvida. Eu só não sabia disso ainda.”
Não se cobiça outra pessoa quando o relacionamento é saudável. É uma indicação de que falta alguma coisa, mesmo que você não saiba exatamente o que é.”
Sempre que queremos que o tempo pare, ele passa voando.”
Minha alma estava doente, mas você foi a cura.
Nunca amei de forma tão pura.
O que mais me fazia temer
Agora faz meu coração arder.”
Não há música sem você. A música é a expressão de tudo o que a gente vive. Um reflexo da paixão dentro da alma. Eu vivo para você. Você é minha paixão. É minha música.”
Nota: 4,5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo