Conheça nossa página

De pernas para o ar



Ontem a noite, eu lembrei todos os tombos e rasteiras que honradamente levei da vida. E de todas as curvas tortas que me obrigaram a passar, os pedregulhos que já chutei pela frente e as variadas pedradas que a sociedade jogou quando expressei meu ponto de vista. Olha a que ponto chega quem não faz mais do que cuidar da vida alheia ao invés de endireitar os próprios passos?! Estranho sobreviver em um mundo de pessoas que pregam sobre a humanidade, mas que não sabem ser humanos. Depois que as pessoas aprendem certa prática, parece que todo o cotidiano sofrido de tentativas frustradas para este aprendizado vira piada. 

Humanidade... Palavra grande e que tem o poder de transformação, somente para quem acredita e se instala neste mesmo perfil. Entretanto, é o que falta nesta perversidade de mundo onde repousamos nossos pés. Se fosse para listar aspectos de desumanidade por aqui ou acolá, em muros, derrubariam todos de uma só vez. Ninguém gosta de ser criticado;  quanto mais vindo estas da própria humanidade sarcástica. Enquanto isso nos noticiários a publicidade dos fatores correntes à desumanidade vem sendo motivos de desespero entre os demais, patético não? 

E aí que eu te pergunto - Até quando? Fecharam as cortinas e nos colocaram aqui dentro dessa roda gigante, deram a partida e esqueceram-nos aqui. Já que ficamos quietos e submetidos. Não sabemos como se joga, mas estamos jogando. Não sabemos o motivo, mas estamos à procura. Ah é, deram o nome de Brasil, este que abrange todos os direitos encubados no não saber da população. Então, jogaram mais uma tarefa e deram o nome de Educação, mas ninguém sabe exatamente como funciona e sai por aí inventando histórias. Nomearam o lugar lá onde cuidam das nossas doenças, os chamam de Hospitais, e tratam da nossa "Saúde", mas existe uma série de consequências para quem se mete a besta de ficar doente. 

Dizem que as crianças são o nosso futuro. Entretanto, não vejo mais o lugar das mesmas em sua singularidade. Não vejo mais um mundo que era da ludicidade delas. O povo reclama da má distribuição de renda e tá sempre elegendo um novo mal distribuidor. Irritam-se com a publicidade, mas estão sempre em frente a TV. Estamos de pernas para o ar e não conseguindo mais por os pés no chão. Falam da hipocrisia em todos os arredores da face da Terra, porém somos uns completos usuários. E é assim que o mundo funciona, mesmo que não esteja perfeitamente funcionando. É assim que todo mundo sobrevive. É assim que todo mundo vai a luta na hora da raiva e depois abaixa a cabeça dizendo estar tudo bem, porque não há mais o que fazer. Estamos juntos, todos na mesma. Em um mundo onde a regra básica virou riqueza de futilidades. Em um mundo, onde o ter se faz superior ao ser. 
-Sâmela Estéfany

8 comentários:

  1. Seu blog ta muito lindo ^.^
    Só li verdades no post, parabéns por retratar a realidade de forma tão doce!
    Adoro seu blog demais cara!
    http://imperfeitasperfeitas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que linda!! Muito obrigada Alexia pelo carinho!! Fico tão feliz :D
      Volte sempre flor!
      Beijinhos

      Excluir
  2. Que texto lindo, adorei! Seu blog é uma graça e você esceve super bem Sâmela! Lindo, já favoritei aqui :3
    Aliás eu amo blogs com textos e etc (:

    Desculpa a demora pra te responder, eu já tinha até visto seu comentário mas não conseguia parar do pique das provas da faculdade pra ter tempo de postar no blog ou pra responder! Mas agora tô de volta e cheia de post pra fazer! hahahaha ((((:

    Beijos da Tabatha!
    www.naocontapraninguem.com
    www.youtube.com/blogncpn

    ResponderExcluir
  3. Que isso Tabatha, sei bem como é essa rotina! Que bom que gostou flor, fico feliz por isso!! Muito obrigadaaaa!
    Volte sempre viu?!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Vixe! Moça, esse assunto é tão necessário e ao mesmo tempo tão cansativo que eu nem sei o que dizer. A democracia no nosso país não é usada como deveria. Virou desculpa pra ser babaca e não um "direito pra reclamar seus direitos". Daí pra mais... Tanta coisa fora do lugar que ai! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é?! Aí tem aqueles dias que você sufoca e quer por um pouco disso pra fora! rs'
      Mesmo sabendo que não vai adiantar e que não é nem a metade do que realmente tá fora do lugar!
      Volte sempre linda!

      Excluir
  5. Falou tudo viu?
    Ótima escrita...
    Essa parte das crianças eu acho super hipócrita pois não dispoe de educação para elas, como elas irão ser o futuro? *-*

    www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Camila, pois é, cada uma!
      Beijos e volte sempre!

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo