Melodramas,

Seu lugar no mundo, a essência da vida e o seguir em frente

setembro 05, 2019 Sâmela Faria 2 Comments


As pessoas custam a entender seu lugar no mundo. Às vezes olham pela janela e se sentem apenas mais um. Às vezes sentem que são apenas mais um corpo, uma mente, um vida movimentando o dilema do viver, do cotidiano. É que a gente custa a aprender que precisamos entender o nosso lugar (que é onde a gente quiser que seja).
E não no sentindo de que temos que ficar onde estamos, sabe? Mas no sentindo de entender a que viemos, pelo que lutamos, para quem somos o que somos e o quanto deixamos de ser isso e aquilo com o tempo.

Ninguém nos diz que precisamos saber a essência da vida, mas precisamos.

Sem ela, somos um eco sem fim. Eco do que os outros foram. Eco do que os outros querem que a gente seja. Mas nós não somos reprodução, somos únicos. E por isso, talvez, você sinta essa necessidade de saber mais sobre si, sobre o mundo, sobre a vida. É que não basta que te contem. Não basta que seja escrito em um livro ou coisa assim.
A gente precisa viver. Precisa sentir. Precisa procurar entender a que viemos. Encontrar um lugar. E quando falo sobre encontrar um lugar, não digo que será algo permanente. Entenda: somos mutantes. Mudanças constantes. E é essa uma de nossa essência, um superpoder. Algo que podemos valorizar em nós mesmos.
É que viramos fumaça quando há algo precisando se dissipar de nós. Fazemos da dor mais um degrau. Fazemos do choro mais um motivo pra comemorar o riso.
O que digo aqui, digo para você mas também para mim: encontre sua essência. Seu brilho, porque você tem.
Encontre seu eu dentro desse monte de "eus" ao seu lado. É extraordinário poder contar consigo mesmo, conhecer seus sonhos, planos e objetivos (mesmo que deixemos a maioria engavetados). Tudo o que somos e fomos é o que constrói nosso "eu" de agora. Não jogo fora nenhuma peça de mim porque simplesmente não pode haver um buraco onde houve resistência.
Me torno forte hoje porque ontem chorei. Mas também me tornei mais forte quando sorri. Se encontrar é sobre reconhecer-te em meio a muitos. É sobre saber a que veio, mesmo com tantas outras chegadas. É ser singular no meio de tanta diferença. É ser feliz no meio de tanta turbulência. Sua essência é o que te dá aquele empurrão na vida: vai logo, criatura. Ela diz.
E você vai.
Porque sempre aprendeu a ir.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Que texto maravilhoso!
    Me identifiquei demais e aprendi que preciso sempre seguir em frente, mesmo em meio ao caos...
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, lindona! Fico feliz que tenha gostado e se identificado. <3

      Excluir

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)