Melodramas,

#Proesando: Um ontem que não passou

agosto 26, 2019 Sâmela Faria 0 Comments


https://pixabay.com/pt/photos/vista-da-janela-sess%C3%A3o-1081788/
Ontem o dia durou uma semana. Ontem eu me perdi nas horas, não vi os minutos correrem e nem o dia passar direito. É que eu estava sendo, mais uma vez, provada pela vida. Não percebi as inúmeras tentativas de me parar, mas elas vieram uma a uma. Cada uma delas com mais força que a outra.
Ontem eu não estava preparada para uma vírgula sequer que pudesse sair dos planos, mas foi tudo um caos tão grande que eu quis desistir. Eu quis desistir de tudo, mas principalmente do meu objetivo ali naquele lugar, um objetivo pelo qual lutei muito. Mas pessoas que eu mais amo na vida estavam comigo e não me deixaram desistir nem uma única vez. Estiveram comigo todo o tempo.

Ontem eu me senti amada. Acolhida. Cuidada. Se você tem esse tipo de pessoa ao seu lado, não solte nunca. Preserve com unhas e dentes. Faça o que for preciso, mas nunca solte-as. Elas não são sua âncora, mas sua força quando a sua fé estiver abalada. Elas acolherão você e lhe farão perceber o quanto é especial.
Ontem eu não desisti, mas a vida me mostrou, mais uma vez e de uma forma bastante surreal, que eu não tenho o controle do que acontece ao meu redor, mas que posso controlar o que acontece dentro de mim. Tudo estava um caos. Minhas esperanças estavam por um fio o dia inteiro, mas eu não me deixei levar. Não fiz isso sozinha, mas dentro de mim quem venceu a guerra fui eu e mais ninguém. Porque ninguém sabe o que você sente. Ninguém entende mais você que você mesmo.
Ontem eu percebi que eu sou a minha própria luta, mas também minha própria vitória. Eu não desisti, mas também não cheguei lá, não consegui. Só que, se ontem, depois de tudo, eu não desisti, hoje é que não irei. Se ontem eu estive a beira do abismo, hoje tô aqui enfrentado as consequências mas de cabeça erguida e pronta para a próxima maré.
Sabe, ondas perigosas e revoltas a gente sempre verá. Mas imagina só se a gente solta os remos e deixa de remar?
Comentários
0 Comentários

0 Recados:

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)