Livros,

#Resenha: I love You - Bianca Raynor

abril 30, 2019 Sâmela Faria 2 Comments



Título: I love you

Autora: Bianca Raynor

Publicação: Amazon

Páginas: 231

Ano de publicação: 2019

Onde comprar: Amazon


A História

É possível abrir as portas do coração após o cadeado enferrujar?


Rosemarie, e não ouse chamá-la de Rosie, tem 16 anos e está no último ano do colegial. Ela teve uma decepção amorosa em sua vida, da qual todo mundo ficou sabendo, já que o caso aconteceu em público. Por conta disso, no momento ela não quer mais saber de relacionamento, de garotos e essas coisas. Só que o destino, sabe, talvez queira fazê-la entender que amadurecer não se trata de se privar e sim de enfrentar.

Deborah, Debby, é a melhor amiga de Rosemarie e elas são inseparáveis desde o jardim. Como irmãs, estão sempre prontas uma para a outra. Debby sabe o que aconteceu com Marie, enquanto Marie conhece muito bem sua amiga e sabe que ela está prestes a se meter em uma encrenca amorosa das boas.

Por falar em encrenca, a história também conta com Miles e George, que são gêmeos e primos de Rosemarie. George é aquele tipo de garoto badboy metido,  popular,  com fama de que pega todas e que é sempre o preferido das mulheres por seu jeito conquistador de ser, enquanto o Miles é mais carinhoso, mais simples, quieto e tímido, além de extremamente respeitoso.

Miles, o primo favorito de Rosemarie, tem um passado que talvez ainda não tenha superado, mas, ao encontrar Debby, seu coração se enche de bons sentimentos, mas Debby acaba se tornando sua amiga, sua melhor amiga, porque quem lhe chama atenção é seu irmão, George.

O que você faria se amasse alguém que ama outro alguém?


Capa, escrita e detalhes


A capa é simples, mas contempla a história de forma delicada e romântica.

A escrita é muito simples, sem enrolação, por isso acaba sendo fluída, te levando a ler rapidamente.

 O livro é narrado em primeira pessoa por Rosemarie, Miles e Debby. E gostei bastante disso, pois cada um dos personagens teve seu momento para contar a história. Isso me permitiu criar mais afinidade com todos eles, bem como a ver a história por mais de um ângulo.

Me irritei algumas vezes com o modo retratado entre as adolescentes, mesmo considerando bem "realista" tal coisa acontecer, mas vejo pelo fato de que deveríamos tentar desmistificar tais pensamentos e não reproduzir.

O livro não foca em apenas um protagonista. A trama se passa e conta a história de cada um deles, deixando tudo mais interessante ao longo da leitura.

Tem amor à primeira vista, mas também tem amor que vai acontecendo e se construindo aos pouquinhos. Têm amores e desamores, superação, autoconhecimento, descobertas, problemas de relacionamento e familiar, questões sobre a primeira vez, o primeiro amor, formatura e amadurecimento.

Gostei de uma questão em especial, que não posso comentar senão seria spoiler, mas algo que só vai se resolver depois de alguns anos que se passa e isso me pegou desprevenida. Eu não estava esperando, mas gostei da construção que a autora trouxe, numa perspectiva mais madura, pelo fato de se passar um bom tempo para que a gente entenda o que de fato vai acontecer com aqueles personagens específicos.

Apesar disso, achei o final do livro bastante corrido, aliás, não só o final, algumas partes do desenvolvimento também foram corridas, sem muito aprofundamento. Várias questões que o livro levanta poderiam ter sido melhor trabalhadas, porque se tratando de adolescentes temos que ter algum cuidado com a escrita e a forma como revelamos alguns pontos.

Conclusão


Tirando os “poréns” mencionados, eu gostei de acompanhar a história desses personagens tão jovens, mas que passam por problemas reais, que acredito que cada um de nós já passou. Além disso, o livro deixou um sorriso bobo na minha face ao final de tudo, quando tudo, finalmente, se resolve.

É uma história bem adolescente, mas foi rapidinho de ler, cheio de intrigas entre adolescentes que estão na fase de amadurecimento, terminando os estudos, pensando na faculdade e essas questões. Você se pega torcendo para que aquele personagem não tome as decisões erradas, quase sabendo que isso será impossível, porque o livro quer mostrar exatamente o quanto é difícil tomar decisões e ter que lidar com as consequências, principalmente nessa fase da vida.

Confesso que não estou muito na vibe de ler livros em que os protagonistas são adolescentes (será por que né), mas, no geral, eu li de boa e gostei do desenrolar da trama.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Oi Sâmela, tudo bem? Eu adoro livros leves para intercalar entre leituras mais densas, mas não me interesso mais tanto por livros protagonizados por adolescentes. Ainda leio, mas tenho notado que geralmente são leituras que considero medianas, talvez por estar buscando leituras com abordagens mais estruturadas e aprofundadas.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderExcluir
  2. Olá, Adri!
    Sinto o mesmo quanto a esse tipo de abordagem. Ando até fugindo de ler livros assim, mas ainda abro algumas exceções.
    Obrigada pela visita! Volte sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)