Crônicas,

Mesmo com dor, espalhe amor

março 27, 2019 Cláudia Goliver 0 Comments



https://pixabay.com/pt/photos/manh%C3%A3-menina-bela-feminilidade-1369446/
Quem olha para ela assim, sorrindo, até imagina que ela seja totalmente feliz. Mas só ela sabe as dores, lágrimas, medos, ansiedade e inseguranças que traz no coração.
Quem olha para ela sempre assim de bom humor, sempre querendo fazer o próximo rir, nem imagina que no final do dia ela volta para casa encostada na janela do ônibus ansiando por um abraço daquele que junta todos pedacinhos do coração ferido, mas que ela encontra somente seu urso de pelúcia velho surrado que nem o abraço é tão bom assim.

Quem vê ela dando ótimos conselhos mirabolantes, parecendo gente grande e sábia, nem imagina que ela é uma menininha insegura e cheia de medos. Quem vê ela sempre disposta a ouvir nem imagina que, na maioria das vezes, ela guarda sua dores ou até seu sono só para te dar atenção, pois ela sabe exatamente como é ruim ficar sozinha e carente sem ninguém para conversar ou ouvir.
Quem vê ela sempre assim escrevendo nem imagina que é seu melhor remédio, que às vezes termina rindo ou chorando mais sempre aliviada... Hoje ela assinou com uma lágrima que insistiu em cair, mas não se preocupe amanhã ela passa aquele batom vermelho que adora e volta a sorrir.
Então ela continua distribuindo o seu melhor, a sua simpatia e alegria. Porque ela aprendeu a, mesmo que seu coração esteja com dor, espalhar amor.
Comentários
0 Comentários

0 Recados:

E você, o que achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)