Amor,

O fim e a dor que fica

dezembro 01, 2018 Sâmela Faria 4 Comments


Onde foi parar aquele para sempre que as pessoas tanto falam? Acontece que muitos dizem por dizer, pensam por pensar e falam sem saber. Não compreendo o jeito mais saudável de partir da vida de alguém e acredito não haver algo bom nisso. Como se faz para deixar um lugar que foi seu por tanto tempo? E mesmo que seja preciso, ninguém nunca saberá lidar com a perda. 

E quando perdemos algo ou alguém, o sol não se faz mais necessário, passamos a não querer ver a luz do dia mais. A noite vira infinita tempo ilimitado. As pessoas tornam-se convivências simples. O sorriso vira lágrima de segundo a segundo. As escolhas se perdem. A fala se cala. O olhar vive à procura do substituível, sabendo que não irá encontrar. As chances se vão. As oportunidades se perdem. O desespero só cresce. E a vida? Segue, mesmo que você não a siga.


Já não encontramos mais prazer em acordar e ver que um novo dia chegou. As janelas se fecham e não mais abrimos. O colorido se desmancha no incolor. O desejo de viver se corrompe em nossas dores. A luz no fim do túnel que todo mundo tanto fala nunca se acende. Os dias vão indo embora, sem rumo algum. Sem estímulo. Destruidores.

A escuridão inunda os quartos. O trajeto da vida perde o sentido e se dissipa. Os sonhos... Escapam pela fresta da saudade que tanto guardamos dentro do peito. Os filmes se repetem num mesmo toque de melancolia, despertando tantas dores dentro do peito.... E bem forte, ouvimos o nosso próprio pedido de socorro, sem que mais ninguém consiga ouvir.

Sim, é desesperador sair perdendo, mesmo que você é que seja o sobrevivente... O medo de que nada dê certo mais não deixa a alegria se aproximar. Então a gente chora por qualquer outra coisa. Até mesmo por deixar cair o copo de vidro, o estilhaço te corta o peito sem sequer ter chegado perto de você.  

O fim jamais será aceito por alguém. E eu não tenho outra coisa a afirmar sobre ele, porque, o fim? É assustador e ninguém estará preparado para sua chegada. E principalmente para sua ida incerta. É que mesmo quando o fim se vai, algo sempre fica dentro de nós para nos fazer lembrar como é que dói.


4 comentários:

  1. Realmente essa é uma dor que ninguém deseja passar... mas quando passa... é difícil pacas lidar com ela... Mas eu acredito que tudo tem seu lado bom na vida, até a dor serve para nos ensinar algo que não enxergaríamos se estivéssemos tão felizes... rs
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, lindona.
      Já disse que adoro seu nome? Hahaha.
      Eu suuuuper concordo com você: a dor é aprendizagem também.
      Acho que é quando olhamos para dentro de verdade.
      Você acabou de me inspirar para um novo texto. Obrigada. Hahaha.
      Volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir
  2. Hah mais um belíssimo e forte texto ne sua linda, gostei dessa frase "Como se faz para deixar um lugar que foi seu por tanto tempo" é difícil demais isso, mas o tempo é sempre incrível nos cura sem a gente nem perceber, e acredito que cada pessoa que passa em nossa vida é única, então sempre terá um lugarzinho lá reservado que ali por um tempo já teve dono...
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, lindona! <3
      Fico tão feliz que gente de dentro goste do que exponho para fora. Hahaha.
      Sim... É triste, mas também é amadurecimento.
      Obrigadaaaa! <3
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)