Grupo Pensamento,

#Resenha: Eu e esse meu coração - C. C. Hunter

novembro 29, 2018 Sâmela Faria 4 Comments


Título:  Eu e esse meu coração
Autora: C. C. Hunter
Editora: Grupo editorial pensamento (editora Jangada)
Páginas: 423
Ano de publicação: 2018
Onde comprar: Amazon | Saraiva

A História
Leah carrega seu coração para onde vai. Não, não é no sentido figurado. Leah precisa carregar, em uma mochila, seu coração artificial desde que perdeu seu coração de verdade. Sua vida é limitada. Ela estuda em casa, portanto, não sai faz tempo. Sua mãe lhe trata como se fosse de vidro. Ela sabe que vai morrer, pois está na lista de espera para um transplante sem nenhuma esperança de conseguir, já que a lista é enorme. Então ela encontra Matt. Ou Eric. Ela não sabe, na verdade. Eles são gêmeos idênticos, embora sejam muito diferentes no jeito de ser. Um deles lhe dá aula em casa, substituindo a professora que não pôde ir. É quando ela se lembra de sua paixão por Matt. Mas será que aquele ali é Matt ou Eric?
Tudo em sua vida se transforma de forma drástica quando Eric, um dos gêmeos, se suicida, pelo menos é o que a polícia afirma. Então ela recebe o coração dele. Sim, agora Leah tem um coração de verdade. O coração do irmão gêmeo do cara que sempre gostou. Mas a verdade é que Leah acaba por receber muito mais que isso: gostos, sonhos, desejos e modos de ser de Eric acabam refletindo em sua vida. E o mais estranho é que ela tem pesadelos de vez em quando com a noite em que Eric morreu, ela supõe, já que os sonhos parecem, na verdade, pequenas lembranças do que pode realmente ter acontecido.

O caso fica ainda mais estranho quando Leah descobre que Matt também tem os mesmos sonhos. Poderiam, eles, estar juntando as peças desse quebra-cabeça e descobrir o que, de fato, aconteceu com Eric? Matt não acredita que ele tenha se matado. E o motivo de sua morte ainda é um mistério para ele, bem como para Leah. No entanto, eles prometem que irão desvendar tudo.


Personagens principais

Leah é uma jovem de 17 anos que ama livros. Anda lendo romances de água com açúcar sem nem se preocupar com o que vão dizer. Leah também é uma jovem que sofreu muito com sua situação de saúde, na qual teve que serrar seu peito mais de uma vez. Sua cicatriz é a marca da qual sente vergonha de expor, por isso sempre põe roupas que escondam-na. Mas também é a marca que a salvou. É a marca que representa sua vida. Sua nova chance. É a marca que representa um novo coração, o coração de Eric. Agora que Leah ganha mais esperança de viver, embora ainda tenha que ter precauções, ela não se reconhece mais. Aquela Leah do passado encontra-se muito distante de quem ela é hoje. Todos notam sua diferença. Além disso, Leah precisa lidar com a perda do irmão de Matt, seu amor platônico, o fato de ela ter o coração de seu irmão gêmeo, de estar sonhando com a noite de sua morte e, além disso, de estar sentindo sensações, gostos e desejos que lhe parecem ser de Eric.
Matt é um cara quieto. Ele é o gêmeo na dele, enquanto Eric é o gêmeo popular, que pega todas, que ri e brinca com todos. Aquele que é amigo de todo mundo. Matt é mais calado, tem seus sonhos guardados e ainda sofre, assim como Eric e a mãe, pela morte recente do pai. Ainda passando pelo luto, os dois são unidos, como unha e carne, sentem coisas quando um deles parece estar passando por momentos difíceis. Matt e Eric são o que mantém aquele lar de pé, já que a mãe deles está se acabando cada vez mais por causa da partida do marido. Mas quando Eric não dorme em casa numa noite, Matt sente. Ele sabe, bem no fundo, que algo terrível lhe acontecera. Assim que tem a confirmação de que seu irmão gêmeo, o irmão que tanta ama, se foi, Matt enlouquece. Sua vida sai totalmente dos trilhos. Ele perde a noção do tempo que passa lá fora enquanto seu único objetivo agora é provar, acima de tudo, que Eric não se matou. Com a ajuda de Leah, a garota que recebeu o coração de Eric, ele tem mais esperança de conseguir desvendar esse mistério terrível que levou embora sua paz.


Capa, escrita e detalhes

Preciso falar que a edição está impecável? Porque, sim, está. Estou simplesmente apaixonada por essa capa, contracapa e tudo mais. A editora fez um excelente trabalho aqui, porque é óbvio que qualquer um compraria o livro só pela capa e depois ficaria namorando. Sim, eu fiz isso. Acho que não consigo parar...
A escrita desse livro é simplesmente maravilhosa. Leve, simples, contagiante, que te prende muito desde o início da história. O livro é narrado em primeira pessoa por Leah e em terceira pessoa na visão de Matt. Sim, incrível, não é? Eu adorei! E segura essa: as partes de narração reversadas não sinalizam quem narra, deixando ainda mais interessante a trama. Sério, gostei mesmo.

Adorei muito que a autora trouxe aspectos interessantes para a trama. O fato de Leah ter um coração artificial foi totalmente novo para mim, não havia lido nada parecido com isso. O fato de ela ter recebido o coração do irmão gêmeo do cara que ama também foi uma sacada bem bacana, eu adorei. Mas o que mais gostei talvez tenha sido do fato de ela sentir coisas estranhas que refletem muito o que Eric sentia, gostava, pensava. Dei uma pesquisada sobre o tema e vi que existem vários casos assim. Achei bastante intrigante.
Engoli o livro até a metade muito rapidamente, mas, conforme podem perceber, o livro tem mais de 400 páginas, o que, para mim, foi um pouco desestimulante. Não, não o fato do livro ser grande, mas por ter sentido que poderia ter tido bem menos páginas do que consta. É que muita coisa acontece na vida de Leah e Matt, a verdade é essa. Muitas mudanças, muitas procuras, descobertas e reconhecimentos, mas sinto que a história principal deu uma enrolada da metade para o final. No entanto, a autora soube como nos prender à narrativa mesmo assim, pois o caso de Eric deixa muitas respostas para serem respondidas, portanto, você ainda vai querer engolir as páginas. Assim como eu.


Conclusão

Se eu recomendo? Recomendo muito! É um livro juvenil, como podem perceber pelas idades dos protagonistas. Conta com um caso de primeiro amor jovem, em que ambos se gostam e vão descobrindo aos poucos como é estar bem com alguém, como é querer estar com esse alguém mais vezes que o normal. Isso tudo envolvido em uma adrenalina forte que são os casos de saúde de Leah, de suas descobertas sobre quem é realmente, de seus novos gostos e comportamento diferente, bem como o caso de Eric, sobre quem o matou, os motivos que o levaram a morrer, sobre sua ex-namorada que anda fugindo de todos, sobre a vida como ela é: totalmente imperfeita e imprevisível.
Eu e esse meu coração conta uma história muito envolvente e com um baita toque de mistério. É um livro que mostra um amor genuíno crescer em meio a um turbilhão de sensações estranhas e caóticas. É um livro que fala sobre recomeços, perdas drásticas que mudam sua vida para sempre, sobre descobertas, reconhecimento sobre quem se é, que fala sobre amadurecimento precoce, saúde, amizades e corações que amam apesar de tudo. É um livro que fala sobre sentir. Sentir além daquilo que se pode compreender.
Eu recomendo muito essa história, pois é uma boa pedida para quem gosta de romances fofos e sinceros, de assuntos como esses que citei acima, mas que amam uma história que envolve, emociona, ensina, que te prende desde o começo e te marca no final.


Citações favoritas

“Estar com ela é como tomar aspirina para dor de cabeça. Mas a dor que ele sente é outra. E, para curá-la, ele precisa de uma dose muito maior.”
“Não faça nada de que vá se arrepender depois. Mas faça o suficiente para saber exatamente do que se arrependeria e aprenda a se arrepender menos.”
“Não tenha medo de arriscar. De ganhar ou de perder. É disto que é feita a vida: escolhas.”

4 comentários:

  1. Oi Sâmela,

    Uau gostei muito da premissa do livro. Nunca tinha visto nada com esse tema e achei bem inovador.
    Vou colocar na lista de leitura, espero gostar da história assim como você.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica!
      A premissa é realmente muito boa e bem inovadora. Eu adorei e super recomendo, embora seja um livro mais juvenil.
      Espero mesmo que goste!
      Obrigada pela visita e volte sempre.
      Beijos,
      Sâm.

      Excluir
  2. Já quero mt mt mt ler . adorei a ideia geral.

    bjs,
    Mel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Coloque na sua lista de leitura, porque eu super recomendo!
      Volte sempre.
      Beijos,

      Sâm.

      Excluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)