MeusTextos,

Chegar a algum lugar

agosto 11, 2018 Sâmela Faria 2 Comments


https://pixabay.com/pt/nevoeiro-n%C3%A9voa-estrada-perdeu-1208283/
Não sei se consigo continuar

Quando tudo tenta me parar

Quando a vida é tão incerta

E a caminhada nada reta



Há luz no fim do túnel?

Ou é apenas imaginação?

Há infinitude em nós?

Ou apenas encenação?



Não sei se quero ir

Quando tudo tenta me dizer para ficar

É que estou falando do mundo de dentro

Esse que ninguém consegue escutar




O coração bate ligeiro às vezes

Tentando me dizer mais uma vez

Que a vida não para e não espera

Que a gente perde ou tenta



A gente perde ou tenta?

E se a gente não aguenta?

Como ficam os dias depois do nublado

Como ficam as cores depois do manchado



Fico pensando no dia a dia

Tão abatido quanto a rima

Que nem sempre encaixa nessas linhas

Me deixando simplesmente em ira



Quero gritar para o mundo que nem tudo são flores

E que há espinhos nos perfumes

Nas paredes coloridas

Na pele de quem grita



Sei que o silêncio é melhor

Mas nem sempre a voz quer calar

Ela machuca aqui dentro

Quando não consigo expressar



Não vejo mais saída para nós

Somos tão sozinhos

Todos por ninguém, ninguém por todos

Estamos a sós



Estamos no mesmo barco?

Ou pegaram um remo e saíram na frente?

Deixaram-nos para trás

Deixaram-nos sem um pingo de paz



Quero dizer que acabou

Mas o dia mal começou

E estou aqui

Jurando um pouco de amor



Amor não se jura

Amor não se vende

Não se empresta

Se vive



Mas viver tem um preço

Pego os remos e estremeço

Nado para lá e para cá

Na espera de, finalmente, chegar a algum lugar.

2 comentários:

  1. <>

    AMEII !!

    cADA poesia uma mais linda que outra !! Parabéns ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Que bom que gostou, Lu!
      Obrigada! <3
      Volte sempre.
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)