Ficção,

#Resenha: Os seis finalistas - Alexandra Monir

julho 31, 2018 Sâmela Faria 0 Comments


Título: Os seis finalistas       

Autora: Alexandra Monir

Editora: Grupo Editorial Pensamento (selo Jangada)

Páginas: 327

Ano de publicação: 2018

Onde comprar: Amazon | Saraiva

“Você fica insensível às tragédias diárias, até a próxima acontecer com você.” – p. 135

A História

O que você faria se fosse escolhido pela NASA para ficar entre os vinte e quatro finalistas e ter a possibilidade de deixar a Terra?

Independente de sua resposta, vale acrescentar que ir para outro Planeta não será fácil e que o motivo de essa necessidade existir é puramente um: a Terra está sendo destruída aos poucos. O que fazer quando não se tem uma casa mais para chamar de lar? Quando não se tem um lugar para o qual voltar?

Vinte e quatro jovens são recrutados pela NASA para que participem de um rigoroso treinamento na base e, através de suas habilidades e capacidade de sobrevivência e resistência, somente seis deles serão enviados para Europa, uma das luas de Júpiter.

Enquanto a Terra sofre com inundações, tempestades fortes e tsunamis, onde a maioria dos vinte e quatro recrutados já perderam sua família, o treinamento acontece no Centro de Treinamento Espacial Internacional (CTEI) em rigorosa pressão, deixando a todos em estado vulnerável.

Embora a Missão Europa pareça ser estritamente importante, com o lema de que o futuro da raça humana esteja correndo perigo e depende disso, Naomi não deixa de ter suas indagações acerca do modo de operação preocupante e de alguns critérios em que ela acredita fielmente serem verdadeiros. Tudo o que ela sabe é que estão escondendo algo. Tudo o que ela quer é desvendar o verdadeiro mistério por trás disso tudo.

É lá que ela conhece Leo. É lá que ela começa a se dividir entre ficar e ir. Ao se conhecerem, tudo parece estar ainda mais difícil de escolher. Afinal, como é que você pode querer acabar com algo que, para todos, é a luz no fim do túnel?

Os Personagens

Os personagens são muitos. O livro conta com os vinte e quatro recrutados, embora a maioria nem apareça tanto assim, sabemos que eles estão lá. Os mais citados durante a história são: Asher, Suki, Beckett, Katerina, Naomi e Leo.

Naomi e Leo são os principais personagens.

Naomi é uma menina esperta e entende muito sobre ciência da computação. Ela maneja uma máquina como ninguém e é capaz de hackear sistemas... Ela tem família em sua espera, e é por eles que tenda desvendar tudo o que a Missão Europa esconde de todos. Será que seu envolvimento com Leo irá mudar sua escolha?

Leo é um subaquático incrível. Sobreviveu a tempestade que levou tudo e matou todos de sua família em Roma. Para lá é que ele não volta. Tudo o que ele quer é ficar entre os seis finalistas e dar o fora da Terra, encontrar um motivo pelo qual lutar. Quando foi recrutado, Leo pensou que essa seria sua chance de ainda continuar vivendo. Mas não é assim que Naomi pensa. O que será que ela sabe que mais ninguém está sabendo?

Asher é o colega de quarto de Leo. Piloto, toda essa aventura está sendo um sonho realizado para ele, afinal, de onde veio já não mais sobrou algo de que queira se lembrar. Suki é a colega de quarto de Naoimi. De início, ela é um pouco na dela, como se não quisesse fazer amizade, mas não teve jeito. Beckett é o carinha mais insuportável da turma, claro, sempre tem um. Ele se acha e é sobrinho de alguém importante da Casa Branca, ou seja, tem lá seus privilégios. Ele é um subaquático e desde o começo tenta vencer Leo. Katerina é amiga de Beckett, não tão nojenta quanto ele, mas nada que possa caracterizá-la tanto assim.

Há outros integrantes do grupo dos finalistas que são citados no decorrer da história, mas o grupo mais mostrado é o de Lark. Lark é integrante da equipe do CTEI, ela está à frente de uma das equipes formadas, ou seja, ela está sempre com eles, os acompanha e tem responsabilidade sobre eles. Ela faz tudo com bastante naturalidade e é bastante firme em suas ações quando necessário.

Além de Lark, há também alguns outros integrantes da equipe do CTEI: Doutor Takumi, General Sokolov, Dot e Cyb, por exemplo.

O doutor Takumi é quem comanda tudo e todos. Ele dá as ordens, as notícias e toma as decisões no CTEI. É um homem dito como rude quando quer, mas frio o quanto for necessário que seja. Tudo em nome da Missão.

Já os outros integrantes são comandados por ele. Dot e Cyb são dois robôs de Inteligência Artificial da tecnologia mais avançada já vista. Eles ajudam no treinamento e exames, mas, além disso, eles também irão para Europa junto com os seis finalistas.

Capa, escrita e detalhes

A capa desse livro está simplesmente perfeita! Não há o que falar sobre, pois a edição está impecável. Na capa, imitando as estrelas, tem-se pequenas pedrinhas brilhantes em alto relevo que nos fazem suspirar ao vê-las tão lindas na composição. Simplesmente amei!

O livro é escrito em primeira pessoa, e a narrativa alterna entre Leo e Naomi.

A escrita da Alexandra é impecável: muito leve e envolvente. Embora por diversas vezes o livro retrate sobre coisas que a maioria de nós desconhece, Alexandra faz isso de forma suave, ou seja, faz com que possamos entender a profundidade do assunto que nem foi exposto ali, mas sabemos que existe.

Como já devem ter percebido, essa história conta com variadas aventuras. Quando os vinte e quatro estão na base da NASA para os treinamentos, muita coisa acontece. São várias provas  rigorosas e que submetem cada um deles a uma pressão muito forte: a possibilidade de ser escolhido para estar entre os seis finalistas. Isso faz com que alguns fiquem ainda mais competitivos, outros ainda mais desestabilizados, outros mais focados e também há os que procuram o que está por trás de tudo isso. Mas uma coisa é certa: ninguém está pensando em desistir.

Alexandra descreve um universo cheio de tenebrosas devastações na Terra, o que acarreta a maior vontade de os vinte e quatro finalistas quererem ir para Europa. A ideia de ficar na Terra, diante de toda dor e fantasmas que os consomem só de lembrar é arrepiante. Com o mundo onde vivem acabando, sendo destruído a cada instante, a adrenalina dos treinamentos e o slogan de salvar a humanidade estampado nas falas, é impossível deixar que essa chance única escape. Alguns farão mais que se concentrar, outros farão o que for preciso.

Conclusão

Se eu recomendo o livro, é isso que querem saber? Eu recomendo muito! Sério, gostei bastante da forma com que a autora conduziu o enredo, os personagens e as novidades que iam surgindo aos poucos. Gostei do suspense leve que a trama carrega, nos fazendo questionar junto com Naomi o que é que essa Missão esconde, qual seu real sentido. E gostei de isso não ter ficado “estourado” na história, ou seja, de não ter sido forçado. Foi mais natural, de forma que crescia a necessidade de saber conforme a história ia se desenvolvendo.

Ah, ponto para o romance que acontece no livro também. Um romance genuíno e que cresce aos poucos, com olhares, cruzadas, pequenos momentos. Adoro quando o romance está no ar, mas ainda não foi decretado pelos personagens, sem ser aquele tipo de “te vi e já me apaixonei”. Na trama, isso vai além do romance, é mais como uma questão de encontrar em alguém aquilo que jamais imaginava encontrar, e aí, não teve jeito: aconteceu.

Enfim, só quero dizer que será um prazer imenso assistir ao filme dessa história incrível. Estou muito ansiosa? Nem preciso falar! Assistir essa história acontecer diante de meus olhos será inesquecível, tenho certeza.

Sofri, chorei, me desesperei e odiei (pausa para respirar fundo e não matar alguém) com esses personagens apenas para vir dizer que: leiam! Vocês precisam ler. O livro é muito bem construído, instigante, impossível parar de ler e ainda tem um final surpreendente. Quer mais? Essa história não termina aqui.

Citações favoritas

“Ambos teremos que refrear nosso sofrimento enquanto estamos aqui – para permitir que ele nos impulsione para a frente em vez de para trás.” – p. 119

 “A necessidade supera tudo, mesmo uma dor excruciante.” – p. 145

“Você só se dá conta de como está envolvido com o lugar de onde é quando ele é tirado de você.” – p. 208

“Estar com ela é como voar em gravidade zero, mesmo quando meus pés estão plantados firmes no chão.” – p. 257

“Na verdade, às vezes acho que é exatamente isso que a ciência é: a magia que procuramos em histórias, sem nos darmos conta de que ela existe em todas as invenções e criações que nos rodeiam.” – p. 263

0 Recados:

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)