Amor,

Carta para um provável novo amor

junho 25, 2018 Sâmela Faria 8 Comments


Sabe, eu já quis deixar de amar. É que quando a gente experimenta o gosto amargo do desamor, amar vira um fantasma que nos persegue e de quem mais fugimos. Eu fujo todos os dias. Finjo que não vejo os olhares que me encaram nas ruas. Finjo que não sinto os olhares que me fazem sentir coisas. Finjo tudo, mas, no fundo, eu sinto muito mais do que consigo fingir. As armaduras estão expostas, então, caro amor que virá, entenda que aqui dentro já doeu demais para doer novamente.

Se for para vir, não venha para diminuir, nem para somar. Venha para transbordar. É que, embora eu esteja numa fase ruim do desamor, fiz questão de recolher todas as minhas partes dos amores que já vivi: sou inteira. Ninguém ficou com metade minha por aí. Ninguém foi capaz de me arrancar de mim mesma. Então, se for vir, que venha inteiro também. Recolha suas partes. Traga todas elas, mesmo as que ainda doem por algum outro amor. Traga você por completo, porque não se completa ninguém com outro alguém. A gente se completa com o que temos de nós mesmos. Nossa completude está em quem somos.

Caro provável amor que ainda virá, quando chegar sua hora de bater em minha porta, saiba que, embora as armaduras estejam expostas, vou abri-la para você. E nem é porque quero recomeçar, sabe? Quero apenas continuar. Com todas as bagagens, as merdas que vivi, as músicas que me fizeram chorar, as cartas que nunca enviei mas que sempre escrevi... quero ir com tudo, então me receba só se me aceitar com a bagagem inteira. Eu levo comigo todos os tombos para que eu possa saber por qual caminho devo andar. Quero as lembranças, as boas e as ruins. Quero tudo isso, mas quero, principalmente, ter novas lembranças para guardar. E que sejam boas. Que sejam novas.

Um novo amor, será?

Se for para se fazer novidade aqui dentro, venha sem demora, mas deixe para trás as juras de amor, as promessas que já fez algum dia na vida, deixe para trás as palavras que insistem em sair antes das atitudes. Quero uma nova forma de amar, então que seja sem previsões, sem expectativas demais, sem aquela coisa toda de que o amor tem que chegar junto com você. Meu bem, amor se constrói. Vamos construir o nosso? Pois bem, chegue para ficar, mas, por favor, vá quando perceber que aqui não é o seu lar. Quero alguém que faça morada em mim da mesma forma que me permita abrigo em sua vida, sua alma e coração.

8 comentários:

  1. Olá, Sâmela.
    Quando a gente sofre alguma decepção amorosa queremos desistir do amo. Mas quem consegue resistir. Quando ele chega a gente nem percebe e já estamos amando novamente hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! <3
      Exatamente. E acredito que seja melhor assim: que aconteça de repente, sem que esperemos. E que, principalmente, seja uma boa surpresa.
      Obrigada pela visita e volte sempre!
      Até breve,
      Sâm

      Excluir
  2. Oi, Sâmela

    Nossa, me identifiquei DEMAIS com seu texto. Estou em uma fase em que estou fugindo de tudo que pode me machucar, não sei se eu conseguiria sofrer tudo novamente, então o medo de sentir toda a dor que eu já conheço outra vez é, no momento, maior do que minha vontade de seguir em frente.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tami!
      Suuuuper te entendo, aliás, quem nunca passou por isso, né?
      Quando estiver pronta, acho que saberá. E que venha sem expectativas para que seja surpreendente de forma boa. <3
      Obrigada pela visita e volte sempre!
      Até breve,
      Sâm

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigada, Felipe!
      Volte sempre.
      Até breve,
      Sâm.

      Excluir
  4. Oieee amei o texto, o final então top, parabéns
    bjss
    http://claugoliver.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, lindona! Quanto tempo... Fico feliz que tenha reaparecido. Obrigada, que bom que gostou! Volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm

      Excluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)