Conheça nossa página

#Resenha: Plataforma 11 - Uma História de Amor – Roberta Carbonari & Paulo Muzy



Título: Plataforma 11 -  Uma História de Amor – Roberta Carbonari & Paulo Muzy
Autores: Roberta Carbonari & Paulo Muzy

Editora: Pandorga

Páginas:  192

Ano de publicação: 2017

Nota da leitura: 5/5

Onde comprar:  Saraiva
Compre na pré-venda e receba o livro autografado!


“O que tiver de ser...”

A História

Sabe quando uma história de amor é emocionante? Se você já viveu uma (ou não) vai se emocionar com essa história sem sombra de dúvida!

Paulo é um rapaz que sabe esperar. Isso mesmo, ele é o tipo de pessoa que não se importa em esperar por aquilo que realmente vai valer a pena. E Paulo esperou durante anos por Roberta. E quando, finalmente, o grande dia chegou, ele se inundou em sua felicidade máxima. Ele se permitiu amar e ser amado.

Roberta é uma moça perspicaz. Mesmo amando outro alguém, ela não se deixou levar por simplesmente não ter se dado conta do que lhe aguardava (tenho certeza que sairia correndo se soubesse antes, pois, como a mesma diz: amor não se ignora). Ela sempre lutou por aquilo que a move, portanto, não será diferente quando descobrir o que os dias lhe reservam. Ela amou e foi muito amada também.

No entanto, quando eles se dão conta de que só o amor não basta, começam a surgir todos os obstáculos possíveis para testar essa união. E será que eles irão passar no teste?

Esse livro não é um livro comum. Não se trata de um romance inventado ou pensado nos mínimos detalhes, ele simplesmente aconteceu: é verídico. E vai contar a história linda de amor entre Paulo e Roberta: dois jovens que se conheceram desde novos, viveram inúmeros desencontros, mas nunca deixaram de acreditar que o que tiver de ser...

Tem muita força.

Personagens principais

Roberta é uma moça loira, linda e elegante. Dona de uma personalidade leve e alegre. Teve que "virar gente grande" rapidamente e, já com seus 17 aninhos, trabalhava muito para ajudar em casa, enquanto deixava em uma de suas muitas gavetas o sonho de cursar uma faculdade. Beta é uma mulher que conheceu o amor cedo também. No entanto, depois dele, vieram as circunstâncias da vida. Sim, essas que nos fazem ficar desesperarados e pensar ser o fim. Mas, de fato, quanto tempo dura o adeus para que seja o fim? Quando é que algo acaba? Beta abriu as portas para um amor que nunca imaginou encontrar. Viveu cada segundo da melhor forma possível, mas, como tudo na vida, houve momentos em que tudo parecia difícil demais, incapaz de dar certo. Foi quando ela tomou a decisão mais difícil que já teve que tomar. Entretanto, como é que se pode definir o acaso? Ou talvez seja mesmo destino. Desses indescritíveis.

Paulo é um rapaz tímido e conservador. É o tipo de pessoa que a gente não conhece profundamente, pois ele demonstra sempre ter algo a mais para surpreender. Tem a alma de poesia e as crenças de esperança. Sim, ele sempre tem esperança. Ele sempre espera pelos dias melhores pelos quais almeja e luta. É um rapaz que, apesar de ainda ter 18 aninhos, parece carregar na bagagem um acúmulo pesado de experiência. E um peso enorme no ombro onde esperar é uma dádiva e ter fé, o melhor da vida. Porque sim, é preciso ter fé e saber esperar para entender o que Paulo viveu. Ele sempre amou Roberta, no entanto, nunca tentou "burlar" o tempo a fim de adiantar suas apostas. Paulo esperou fielmente. Ele esperou por Roberta a vida inteira.

 Personagens secundários

Vanice é a mãe de Roberta. 37 anos e continua linda com seus olhos claros, no entanto, ela está passando por um período difícil em sua vida amorosa. Ela mora sozinha com Roberta e seu filho mais novo. Sempre apoiou a filha, principalmente a seguir seus sonhos, não será diferente quando sua menina descobrir o amor.

Pérola é a mãe de Paulo. Com cabelos castanhos lisos, um pouco cacheados nas pontas e dourados naturalmente. É uma mulher que sempre esteve ao lado de Paulo, para tudo. Seu nome faz jus ao que ela é: uma pérola na vida dele.

A verdade é que o mundo que gira ao redor de Paulo e Roberta é o que se pode chamar de personagem secundário. Todo o mundo. Quer uma explicação? Tenho certeza de que o mundo inteiro presenciou esse amor.

No entanto, o livro contou com belíssimas participações dos amigos leais de Roberta e Paulo, o que me trouxe a reflexão sobre o sentimento de amizade verdadeira que se pode depositar no outro, sem sombra de dúvida. E eu amei isso!

Capa, escrita e detalhes

Essa edição está simplesmente maravilhosa! A capa, apesar de, talvez, demonstrar se tratar de um livro de gênero erótico, é linda! Ao mesmo tempo em que a achei sensual, também achei natural, romântica. Enfim, não sei definir essa capa, pois, para mim, me pareceu muito envolvente.

A edição conta com vários detalhes internos que compõem uma singularidade muito marcante no livro. Eu adorei!

O livro é escrito em primeira pessoa sempre; às vezes é Paulo quem narra, em outras é Roberta. É muito notório toda a essência dos dois em cada narração, pois os autores souberam como deixar suas características na própria escrita.

Falando em escrita...

Estou de cara com a escrita desse livro! Confesso que de início eu fiquei um pouco incomodada por se tratar de uma linguagem singular, nunca lida por mim. No entanto, após alguns capítulos, comecei a acostumar e, quando sequer percebi, estava encantada com toda a narrativa abordada. A forma com que o livro foi escrito é muito cativante. Impossível não se encantar!

Os detalhes que compõem a história de Paulo e Roberta simplesmente me devastaram. No bom e no mal sentido, sabe? Não quero dar spoilers, então vou tentar não dizer muito, mas, resumindo: quero abraçar vocês. Por terem sido tão puros quando o amor anda tão banalizado. Por terem sido tão sinceros um com o outro quando a insegurança de ser quem se é verdadeiramente anda tão em alta. Por terem sido tão amigos, fora da gaveta. Por terem ido contra o tempo. Mas, por, principalmente, trazerem esperança para  o amor, o afeto, o carinho, a amizade.

Uma história de amor com todos os ensinamentos que vocês descrevem nesse livro é de deixar qualquer um reflexivo quanto aos relacionamentos. Quanto ao amor e a dedicação que se pode ter e oferecer fielmente ao outro.

Conclusão

Dizer que estou encantada e que a história de vocês mexeu muito comigo é pouco. Eu estou mesmo é indefinível. Porque não sei definir tudo o que vocês viveram, como também não sei definir o que é esse livro. Ele vai além de todas as expectativas que eu depositei nele. Foi lindo e muito gratificante ter podido estar ali, mesmo como uma mera leitora, assistindo tão de pertinho todo esse caminho de rosas, mas também de espinhos.

Vocês são como um jardim, grande e florido. E que, mesmo quando não há chuva o suficiente, irão dar um jeito de regar suas folhagens. E mesmo quando os espinhos cortam e ferem, vocês estão por ali e uma hora irão brotar novamente.

Recomendo o livro! Não só para quem já amou alguém tão fortemente, mas para quem ainda não conheceu esse amor. E para todos também, principalmente, para quem precisa crer em um amanhã duvidoso.

Ele pode ser realmente especial.

Citações favoritas

“Amor não é favor nem prenda. Agrado não é prêmio nem consolo.”

"(…) porque mesmo nas vírgulas silenciosas do meu discurso, ele me olhava. E esse era o momento em que ele contava coisas sobre mim das quais eu mesma nem sabia."

"Ela consegue me tirar do trilho que faço diariamente minha vida, sem que eu me perca no meu caminho, porque me acho em plenitude."

"Não se joga com uma coisa tão séria: tempo. Temos tão pouco tempo, tão pouca juventude, tão pouca noite, tão pouco fôlego e tão pouca vida para amar para sempre, que cada segundo perdido para valorizar algo faz com que ele na realidade desvaneça."

"(…) o sacrifício pela promessa do prêmio pode te levar a um ato desmedido, mas o que há de mais desmedido do que levar sua vida em uma repetição do ínfimo para criar o infinito?"

"O sentimento recíproco não muda ninguém, faz com que você se exerça na sua melhor forma."

"Tudo que é forçado tem um custo e amor mesmo, não custa nada: é gratuito."


👉 Não coloquei todas as minhas citações favoritas aqui, pois eram muitas. Ao invés disso, farei um post apenas com mais 15 citações que me dilaceraram nesse livro. Em breve! ❤

2 comentários:

  1. Eu sabia que você ia arrasar! E viu como o post saiu? Achei maravilhoso! Fico impressionada com a sua percepção na história além dos protagonistas. Amo demais a forma como escreve e como descreve tudo na resenha!
    Sou sua fã! Mas já sabe!
    Ri muito quando disse que não couberam todas as citações aqui.
    Superou demais as minhas expectativas esse livro.
    O pior é saber que é verdade, né? Chega a ser uma afronta esses dois existirem e serem lindos e perfeitos.haha
    Obrigada mais uma vez por topar, viu?
    Super beijo ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, gostou Mah? Amo que tenha gostado, sabe? Porque eu senti muita dificuldade! Mas, enfim, saiuuuu. HAHAHA.
      Eu sou muito observadora e adoro saber a singularidade de todos os personagens, sabe? Sempre que contamos uma história, sabemos que, no fundo, existe muito mais que só aquilo ali. Os personagens secundários para mim são isso: mais que só aquilo ali. Eles fazem parte, sabe? E é claro que não comento sobre cada um deles, porque, normalmente, são muitos, mas eu tento falar sobre os que mais me chamam atenção.
      Menina, não couberam mesmo! E ainda vai sair o post com as outras 15! HAHAHA. Não posso deixar passar, não é? São incríveis! <3
      Eu também fui muito surpreendida com esse livro, por isso, jamais me agradeça, eu é que agradeço pela oportunidade e por lembrar de mim!
      Esses dois nos dão esperança de que tudo pode realmente dar certo! <3
      Obrigada pela visita linda e volte sempre!
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo