Conheça nossa página

Antes que acabe



Imagem via Pixabay
Olhe as horas. Deveria ser apenas um monte de números. Deveria ser só mais uma pressão da vida em cima de nós, sobreviventes. Mas, sabe, não é. Agora sinta as horas. Veja como os segundos são velozes. Fominhas. Como apontam e vão, sem dó. Perceba como nos controlam o tempo todo. Note como permitimos nos tornar reféns do correr de cada minuto de vida.

 Não coleciono certezas e, mesmo assim, sinto como se essa fosse a mais certeira: o tempo voa. Ligeiro mesmo. Não espera por ninguém, pelo contrário, carrega todos nós com ele. Não se compadece com nenhum pedido de socorro e, claro, não faz questão de avisar que está passando.

Sinto como se estivéssemos todos dentro de um trem que segue viagem. Esse trem não para. Não espera por nenhum passageiro. Ele apenas passa correndo pelo mundo inteiro. Permanece quem se fizer forte o suficiente para aguentar a viagem. Esse trem é o tempo. Estamos todos, no mesmo trem faz tempo. E ele segue viagem para longe, sem avisar o destino. Sem perguntar para onde pretendemos ir. Ele apenas vai.

O trem segue, muitas vezes, desgovernado pelos corredores da vida. Deixa alguns nos corredores da ida sem direito a despedida. E assume novamente controle por nós. Passamos por muitos lugares, por muitas outras pessoas que asseguram seu próprio tempo. Passamos por muitas outras passagens. Somos conduzidos, como se não fôssemos capazes de nos conduzir. E também somos deixados, como se não tivéssemos capacidade em escolher.

Você está nesse trem. Como todo mundo. Mas, será que está acompanhando a viagem? Ou será que está apenas olhando as horas passando, com a cabeça esquecida no encosto do banco, vendo o mundo pela janela? O tempo corre, qual a sua velocidade? O trem ainda está em movimento na sua viagem? Eu o sinto parar devagar, de vez em quando, mas ele nunca parou de vez para mim. E continuo na torcida. Você quer que ele continue seguindo viagem ou quer que sua viagem chegue ao fim? Eu sei que quer continuar.

Pois, então, por que é que ainda não descarregou sua antiga bagagem para refazer as malas? A viagem vai ser longa, apesar do tempo que corre. Aproveite cada minuto...

Antes. Que. Acabe. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo