Conheça nossa página

Como esquecer um amor?


Fonte
É tão fácil se apaixonar, não é? Tão fácil quando a gente se interessa por alguém, passa a gostar cada vez mais daquele alguém. E, pior, ou melhor, não sei, a gente se entrega facilmente também. Pelo menos na maioria das vezes. E aí vêm as coisas boas. As alegrias. As fotos compartilhadas, com caretas e carinhos expressos. Surgem os status bonitinhos, os momentos legaizinhos, os encontros com frio na barriga. De repente, estamos ali, presos, adorando tudo, enxergando cores vivas ao redor do mundo onde ainda nem havíamos percebido. A gente passa a ver o mundo de outra forma. A gente passa a ser de outra forma.
Só que: as coisas acabam.
E quando acaba? De que forma ficamos?

Eu espero que de forma alguma fiquemos no corre(dor) estagnados. Espero que continuemos nossos caminhos, sem olhar para trás. E isso não quer dizer que esqueceremos tais momentos, mas pelo contrário, lembraremos e saberemos lidar. Eu espero. Todos nós esperamos. Mas, no fundo, não é bem assim que acontece, certo? O que fica quando o outro vai? O que vai quando quem fica é você? Acontece que cada dor dói de um jeito, mas todas doem. Todas dilaceram, como se espremesse o coração da gente. Mas o pior é quando a gente quer mesmo é esquecer.
O que fazer quando, ao tentar esquecer, acaba lembrando?
Talvez devamos mudar a questão: o que fazer para não sofrer mais por um momento que acabou? Ou: o que fazer para seguir em frente após um término? Como seguir? Como superar?
Eu lhe pergunto: por que tentar esquecer? A gente aprende com os erros também. A gente aprende quando rala o joelho. Com ou sem ferida, sempre podemos aprender com algo. Não importa se acabou, o que importa é que existiu. E se foi ruim, tudo bem. Fases ruins acontecem, elas existem, e ninguém está livre. Todos nós passamos por momentos difíceis que não pretendíamos. É que a vida tem dessas de arrumar barreira onde menos esperamos. E a gente nunca está preparado para as surpresas que o tempo traz, pois nos acostumamos muito fácil com o que é bom. Deixamos de lado a nossa preocupação com as coisas ruins que podem chover de repente.
Eu não sei a resposta de como esquecer um amor, confesso. Porque acredito, fielmente, que não há resposta certa.
Mas sei que não é num passe de mágica. Não existe farelo brilhante que, ao ser jogado em sua cabeça, fará com que tudo mude e se adeque às suas vontades. Talvez isso seja herança dos contos de fadas, não sei. No entanto, quando a vida está em seu grau máximo de realidade árdua, nós precisamos encontrar o solo alguma vez. Não dá pra viver voando quando, no fundo, nosso mundo acontece aqui embaixo também.
Se existissem fórmulas secretas que fizessem esquecer um amor, você as usaria?
E correria o risco de perder suas lembranças? De entender e saber onde errou? O motivo de tal erro?
Mas, calma. Talvez exista um jeito para você. Talvez, o que você precise é parar de tentar esquecer. Quando a gente se esforça para não lembrar acaba não esquecendo. Nem em um segundo sequer. E a gente vai ficando angustiado, o que só piora. Já parou para pensar que talvez esteja na hora de tentar diferente? De tentar viver em paz com suas lembranças. Não deu certo e tudo bem. Não é preciso dar certo para sempre, sabe? Tudo. Bem. Acontece. E agora, pode estar na hora de você superar de dentro para fora e não de fora para dentro. Se aceitar. Compreender os erros e que isso não é o fim.
Não antecipe o seu fim. É só um conselho. Viva bem, de bem consigo mesma(o). Sempre teremos a chance de recomeçar. Rebobinar a fita. Ou dar play de onde estava no stop. Afinal, há milhões de chances de errar, mas de acertar também.

❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

E aí, gostou do texto? Deixe seu joinha e compartilhe com seus amigos para que mais gente leia. 
Você já tentou esquecer um amor? Teve sucesso? Deixe aqui nos comentários sua opinião sobre o assunto e vamos papear!

2 comentários:

  1. Que texto lindo e gostoso de ler Sam.
    "Se existissem fórmulas secretas que fizessem esquecer um amor, você as usaria?
    E correria o risco de perder suas lembranças?" Nao, claro que não usaria, o bom da vida são as lembranças, são com elas que aprendemos a ser seres melhores, e bom se um amor acabou cabe a nós levar somente o que foi bom dentro do peito e bola pra frente, sempre tera novos amores para se viver...
    Bjsss
    https://claugoliver.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claudia! <3
      Sim, concordo com você! Penso exatamente assim. Somos o que somos a partir do que vivemos e aprendemos, e guardamos tudo em nossas lembranças. Imagina ter que nos livrar delas? Seria o mesmo que dar um fim à nós mesmos.
      Hehe.
      Obrigada, lindona!
      Volte sempre e sempre.
      Super beijo,
      Sâm.

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo