Conheça nossa página

Se criança tivesse o controle remoto do mundo






            Periodicamente voltamos ao passado, sem nem estarmos esperando ou até mesmo por saudade. A melhor de minhas voltas, são denominadas “infância”, não me vejo esquecendo meus gestos e gostos de quando era criança. Ser adulto é uma lástima muito profunda. Não me adapto corretamente nessas limitações e são sempre novas adaptações que surgem que eu acabo ficando meio tonta, sem saber o que fazer. E a saudade dos tempos de algodão doce volta. Dos amiguinhos de escola. Dos brinquedos que viravam coisas e das coisas que, facilmente, viravam brinquedos.
Acredito que se o poder alheio estivesse nas mãos de um pequeno ser, o mundo não seria desse jeito. Pássaros não seriam presos e impedidos de voar. Árvores não seriam massacradas por ninguém. Não existiria poluição no ar, porque os automóveis seriam um velocípede. E as canções seriam educativas e alegres. Tudo com um toque de entusiasmo que a gente nunca esquece. Se criança governasse o mundo, as flores viveriam da fresca e seriam bichinhos de estimação. Animais viveriam no meio de todos e com os mesmos direitos de dizer não. As casas teriam as paredes coloridas e demonstrariam mais alegria.
Se criança governasse o mundo, as nuvens seriam de algodão. O arco-íris o mais novo e bom amigo de todo dia. As pessoas não mais chorariam. O prazer existiria em um simples sorriso de bom dia. O conhecimento seria ensinado a todos que tem direito de aprender e não haveria quem fosse melhor ou pior, seriam apenas iguais. Porque criança sorri de volta para quem lhe sorri também, e faz do “faz de conta” a conta mais preciosa que tem. Com um pequeno ser no controle, as tempestades seriam de felicidade. Os desenhos a única mídia da TV. A doença seria a fome e a vontade de comer um bolo de chocolate. Gritos seriam por alegria. Liberdade, a mais bela terapia. Balas, remédios para um novo sorriso. E a amizade, o bem mais precioso entre os amigos.
Com um “gente pequena” governando, a violência não mais existiria. A mão amiga, distribuída gratuitamente a quem precisa. O “tudo bem?” não mais apenas uma forma de cumprimentar alguém. A esperança e o sonho seriam os melhores exemplos de valor. E, quem sabe, ninguém mais choraria de dor.
Se criança tivesse o domínio sobre o mundo, a chuva seria mel. O oceano, danone. A mentira jamais seria vista ou falada por algum indivíduo. O ódio se inundaria de carinho e moraria no coração de cada um. O romance, não seria existente apenas em cinema. Assim como o amor não continuaria sendo apenas um “eu te amo”. Se criança governasse o mundo, muitas coisas não existiriam e outras se tornariam prioridade e no semblante de cada um, haveria um sorriso de felicidade. 
Sâmela Faria
Insta: @samela_faria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo