Conheça nossa página

Hoje você faz parte da minha eternidade



Antes do amanhecer do próximo dia. Antes da noite chegar, do próximo mês trazer novas expectativas. Do próximo ano trazer uma nova vida. Antes da minha vida chegar a sua amarga ou doce metade, antes de tudo se realizar. Muito antes de você conhecer minha nova visão de mundo. Antes daquilo que sonhamos fazer um dia. Antes das flores inundarem o meu quintal na primavera. Antes do meu esmalte já desbotado sair. Antes da cortina ser trocada. Da sala ganhar nova cor. Da comida ficar pronta. Antes do filme repetir. Da música parar. Dos passos divagar. Antes da tela ser pintada da sua cor predileta. Antes do amarelado do lençol ser limpo. Antes do dia clarear e da escuridão se esconder pelas ruas desertas da cidade.
Eu perdi você.
Muito antes de eu pensar em te escrever. De eu pensar em te dizer tudo aquilo que, talvez, dentro da minha bola de estupidez, nunca disse. Perdi você, muito antes mesmo, de eu chegar a pensar em te perder.
Foi cruel. Foi doloroso demais. Chorei muito, quis matar em mim essa mania idiota de me calar quando, na verdade, devo falar. Devo esclarecer as coisas e desenhar o que ainda ficar suspenso. Por que eu deveria ter tentado, eu deveria ter tido um pouco mais de coragem e ter te dito tudo. Ter me dito tudo. Porque, no fundo, nem eu mesma sabia. Mas eu sentia. Sentia tanto que guardava. Mas não deveria. Eu poderia ter deixado muita coisa passar em branco, menos os sentimentos que carreguei e carrego a vida toda por você. Sim, a vida toda. Ou você acha que eu deixarei te amar?
Mas nem que o vento me leve para mais longe. Para outro rumo, outra vida. Nem que eu durma durante séculos. Nem que eu te odeie por muitas burradas que me fez cometer na vida. Nem que eu me odeio por não ter sido sincera o bastante quanto ao que eu sentia. Eu ainda vou amar você. Como se a vida fosse eterna. Como se os dias parassem no tempo quando sua imagem surge em minha mente. Como se a noite não me trouxesse medo de andar pelo mundo a fora. Como se tudo que vivemos, não tivesse jamais passado e virado passado. Porque, afinal, não virou. Virou lembranças. Lembranças que eu jamais poderei esquecer. Que eu jamais deixarei de contar.
Porque eu perdi você da pior forma possível. Daquela que, mesmo em sonhos, não dá para voltar atrás e te trazer de volta.
Você foi embora e nem as malas levou. Deixou tudo aqui, sem sequer mexer em nada. A bagunça permaneceu por poucos dias, mas seu sorriso ainda continua rodopiando meus passos. Volta e meia, o vejo. Sempre lembro da sua voz, dos seus cabelos. Lembro você. Lembro nossas aventuras, nossas gargalhadas compartilhadas. E a única certeza que eu tenho até agora é que, independente de como as coisas aconteçam e se tornem sofridas, sempre há um jeito de sofrer sorrindo. Hoje, sofro sorrindo, choro sorrindo, mas não deixo de lembrar como você foi e ainda é importante na minha vida. Porque hoje você faz parte da minha eternidade. 
- Sâmela Faria, Para alguém que já se foi

2 comentários:

  1. Oi, Sâmela! :D

    Ai, gente, tô passando por uma situação parecida com a desse texto. Pelo menos, esse trecho diz tudo sobre a minha situação:
    "Eu perdi você.
    Muito antes de eu pensar em te escrever. De eu pensar em te dizer tudo aquilo que, talvez, dentro da minha bola de estupidez, nunca disse. Perdi você, muito antes mesmo, de eu chegar a pensar em te perder.
    Foi cruel. Foi doloroso demais. Chorei muito, quis matar em mim essa mania idiota de me calar quando, na verdade, devo falar. Devo esclarecer as coisas e desenhar o que ainda ficar suspenso. Por que eu deveria ter tentado, eu deveria ter tido um pouco mais de coragem e ter te dito tudo."
    É um saco .-. Porque quero muito, muito mesmo dizer sim pra pessoa, mas não consigo. E a pessoa não ajuda, também. Eu já dei diversos primeiros passos, enquanto a pessoa fica lá em cima do muro, fingindo que não entende que eu sinto o mesmo </3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina também já passei por isso, dessa forma que descreveu, e tenho que concordar: É um saco!
      Mas se tem algo que eu tiro dessa história toda é arrependimento. É que, mesmo diante de toda minha demonstração de que SIM eu queria e a pessoa não ajudava, eu penso que quem poderia ter feito algo então, era eu. Acho que poderia ter sido diferente, porque, por fim, não aconteceu.
      Entendeu o recado?! Hahaha.
      Beijo linda, volte sempre! ♡

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo