Conheça nossa página

De: Sâmela Para: Sâmela



Cara Sâmela, adoraria começar a escrever essa carta com ricas palavras de referências boas sobre você, não que não a tenha, porém gostaria de ressaltar o que não lhe cabe mais e que hoje se transformou em algo produtivo, melhor e um tremendo alívio. Mas sei que no decorrer das linhas abaixo, notará uma rude diferença de tudo aquilo que não está mais existente aí nesse corpo, alma e coração. 

Com o tempo, passamos a ver além de nossas expectativas, mesmo que frustradas ou mal feitas. Passamos a olhar para trás e automaticamente “corrigir” certos deslizes que não passam de um acaso da criação estrutural de nossa identidade. Mas fique calma querida Sâmela, não implicará na sua personalidade, mesmo que mal criada. Ora, só não posso deixar de te relembrar de certos acertos que não mais foram realizados e que deveriam ser repensados durante sua longa e duradoura existência. 

Lembro-me vagamente que não se redimia a conselhos alheios, mas não posso deixar de citar também que sempre teve uma ótima cabeça como guia próprio. Entretanto hoje, ouves ainda a voz do mundo lá fora e melhor, peneira apenas o que lhe dá bons frutos. Sempre foi mais sozinha que rodeada de outras mentes, e embora isso seja relevante, hoje lida com a sociedade sem deixar que lhe tirem sua própria visão de mundo.

Era fria e calculista, não que isso tenha mudado, mas agora anda tendo certo autocontrole. Suas ideias tomaram mais vida do que possas imaginar. Sua autoestima, que “quase” não existia, hoje vive estampada em sua testa, tirando os dias em que se julga ruim. E por falar neles, essa sua mania jamais decresceu e sabes bem que deveria. Sua rebeldia vai cada vez pior. Sempre teve histórias para contar, mesmo não tendo experiências pelo mundo a fora. Suas críticas, cada vez mais resultante. E seu tamanho? Sempre encubado nessa proporção que a vida lhe deu de brinde não é querida?

Sardinhas. Estas, como diz seus familiares e amigos, sua principal característica e como podia não ser? Pense pelo lado bom, jamais te deixarão. Mas existem coisas que não vão nem que você empurre para fora da porta, seu ciúme, sempre em ativo aí  dentro, precisa dar um jeito nesta maçaneta que abre a toa para entradas indesejáveis. Sabe aqueles livros que costumava tanto ler? Fizeram-lhe um bem danado, porque mesmo que ninguém pense como você, um dia já lhe fez alerta sobre algo em sua vida.

Para um desfecho, gostaria de ressaltar que em sua vida floresceu algo tão lindo que brilha mais que um diamante. Quem um dia se julgou nunca amar alguém, que não fosse Deus, pai, mãe e a grande família, hoje ama como se não existisse amanhã. Um carinha que jamais havia visto na vida esbarrou em seu coração e acabou dentro dele, uma história até boa para se contar em outra ocasião. Foi uma boa evolução, pois sendo assim, deixou para trás suas cismas de que não era preciso amar, e acabou descobrindo que melhor que isso, era ser correspondida com o mesmo amor. Só não se esqueça de peneirar quantas vezes for preciso o que há de ruim em seu ser. Garantindo sempre um bom e redimível coração, resultando em uma forte resistência de capacidade de superação perante as quebradas da vida. 
Prazer em revê-la!
-Sâmela Estéfany 
Obs.: Encontrei por aí diversos textos referentes ao mesmo tema e título, e bateu uma enorme vontade de me submeter a escrever sobre o mesmo, e aí está, para quem escreve, não há tema melhor, é uma alucinante volta ao que era e que hoje pode não ser mais.

6 comentários:

  1. Obrigada, também adorei o texto (:

    beijinho, ana machado
    http://annmachado.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, cara! Que legal! Você escreve extremamente bem. Parabéns!
    Sucesso. Grande beijo
    Lilás & Sol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Elisa, lhe desejo o mesmo. Volte sempre!!
      Beijinhos

      Excluir
  3. Acho que mais gente deveria escrever textos assim *-* Quando fiz 21 escrevi um texto parecido, me deu saudade agora... Mas parabéns, viu? Se eu pudesse acrescentar alguma coisa eu diria 'seja você mesma sempre'.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Nina, ótima colocação!! "Sejam sempre vocês mesmo!"
      Muito obrigada linda pelo carinho!! Fico tão feliz :D
      Volte sempre!
      Beijos

      Excluir

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo