Conheça nossa página

Eu não quero mais ninguém



Joguei todas as minhas cartas de amores antigos fora. Dei os presentes que ganhei para outros. Rasguei todas as folhas da minha agenda de 2011 que falavam de outras pessoas. E a partir desse ano, bastou você na minha vida. Só havia você nas minhas mais novas folhas escritas, onde eu contava minhas alegrias e minhas tristezas. Você sempre esteve lá, mais ninguém. Fiz o favor de varrer as cinzas de tudo que estava morto aqui dentro. Reacendi as luzes para você entrar. Deixei as portas bem abertas, e logo assim que entrou, fechei. Não havia espaço para mais um. Eu havia encontrado um motivo para amar, para sentir esse sentimento pela primeira vez, na qual eu tanto havia evitado. 

Aprendi a conviver com seus defeitos, com suas crenças e opiniões contrárias às minhas. Por muito tempo eu pensei em desistir, te deixar para trás junto com todos os passos errados que já dei na vida, pois pensava que você era mais um. Eu estava errada. Você estava errado. Redirecionei minha vida. Mudei tanto, que hoje nem sei mais quem sou realmente. Não sei mais o que eu jamais perdoaria. Não sei mais o que eu faria se você resolvesse ir embora definitivamente. E a cada vez que você agarrava seu orgulho e tentava sair pela porta da frente, eu me desesperava.

Eu não quero mais ninguém. Antes de você, não houve outro alguém, muito menos depois. Jamais existiu um alguém, que me fizesse sorrir tão perfeitamente. Não existiu quem me fizesse andar nas nuvens sem medo de pisar em falso e me esbofetear no chão. Ninguém jamais ouviu de mim uma única declaração. Nos meus olhos, muitos já olharam e olham até hoje, porém você foi o único que conseguiu enxergar além daquilo que todos vêem. Você me chamou de minha. E pela primeira vez na vida, eu pertenci á alguém. Eu me doei á alguém.

Meu riso não pertence a mim mais. Foi você quem o ganhou. A emoção que bate aqui dentro toda vez que te vejo chegar é tão grande que eu seria fútil em tentar descrever. Seria egoísmo da minha parte também não dizer ao mundo todo que amar é difícil, dói, machuca, tira do sério. Amar, ridiculariza, desorienta e nos fazem de idiotas. Mas, acima de tudo, amar é um privilégio para poucos. É um caminho sem retorno, e no meio disso tudo, há além de espinhos, flores. E é com muito cuidado e sabedoria que um amor é conservado, como uma planta. Ele cresce inconsequentemente, mas também pode morrer.  Amar exerce muita força de vontade em querer cultivar, e de qualquer forma que os sentimos, temos a plena certeza, que ninguém pode viver sem ele. Assim como eu não posso mais viver sem você. 
-Sâmela Estéfany| Insta

6 comentários:

  1. Ai que liiiiiiiiiido eu amei esse texto, já estou te seguindo pode retribuir?
    www.keep-calm-girls.blogspot.com :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaa Bella *--*
      Volte sempre e seja bem vinda :D

      Excluir
  2. Que bonito... Muito romântico, que bom que achou alguém que te completa assim!

    Beijos
    Lari Alves
    http://justlanna.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito, amei o texto :3
    http://eaieliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo