Livros,

#Resenha: Delícia, Delícia - Donna Kauffman

abril 04, 2018 Sâmela Faria 0 Comments


Título: Delícia, delícia (Clube do Cupcake #1)

Autora: Donna Kauffman

Editora: Valentina

Páginas: 296

Ano de publicação: 2016

Onde comprar: Amazon / Saraiva

A História


Leilani tem sua própria confeitaria de cupcakes. O lugar que mais ama na vida! Após trabalhar por anos para o grande e famoso Chef de Nova York, ela decidiu largar tudo para abrir seu próprio negócio, que ia bem, aliás. No entanto, diferente da correria da cidade grande, a ilha de Sugarberry transmitia paz, calmaria e um aconchego que não se compra e nem se mede. A ilha se tornara o lar de Lani.

Contudo, toda sua paz acaba por ir por água abaixo quando recebe a notícia de que o famoso Chef, Baxter, seu antigo chef, iria para a ilha filmar uma de suas temporadas do programa de TV que faz. Até que, no momento em que ela recebe tal notícia, relembra tudo o que foi viver ao lado daquele homem sem poder tocá-lo, sem poder tê-lo. Afinal, ele jamais olharia para ela, certo?

Ao chegar ao local, Baxter, o famoso Chef do programa de culinária mais assistido, procura Lani imediatamente. Só que, o que ela não esperava era que iria receber, além de sua visita inesperada, notícias bombásticas sobre o que ele, de fato, teria ido fazer naquela ilha. O lugar que era tão diferente de onde o homem vinha. O lugar que não lhe pertencia. E onde ele nunca deveria ter metido o bedelho.

Só que agora, após todos esses anos, a relação entre Baxter e Lani já não é mais a mesma. Há muita coisa que não foi dita. Há muita pergunta que não foi feita. Há muitas receitas que jamais puderam ser experimentadas e aprovadas. Mas será que é possível criar uma nova história para ser degustada por eles?

Personagens principais


Leilani, mais conhecida como Lani, é uma mulher doce, concentrada e feliz onde está. Talvez não por completo, mas se sente realizada. Ela largou tudo em Nova York e se mudou para a ilha de Sugarberry por dois motivos: ficar com seu pai e se distanciar totalmente de Baxter, seu Chef do restaurante de onde trabalhara. O cara que sempre admirou, respeitou e... amou. Após anos de sua partida, Lani criara uma vida naquele lugar. Lá, ela encontrara a paz e a calmaria que a cidade grande nunca permitiu. Lá, ela conheceu gente que se importa com a gente e passou a se importar também. Construiu sua confeitaria de Cupcakes e todos os dias assa centenas de variados sabores para seu clientes, feliz e realizada por poder fazer o que mais ama na vida: cozinhar. Mas Lani havia deixado algo de grande importância para ela lá na cidade grande, havia se afastado de tudo, havia escolhido perder o que nunca teve. Até descobrir que não era bem assim... será que era tarde demais?

Baxter é o incrível, bem sucedido, lindo e famoso Chef de culinária de um programa de TV mais assistido. Ah, ele também tem um restaurante, o Gateau, onde Lani trabalhara durante anos. Ele é um cara concentrado no que faz, que ama o que faz e que sempre consegue o que quer, já que sua fama e seu trabalho árduo lhe permitem tal feito. No entanto, Baxter é bem mais que isso. Muita coisa sobre si mesmo ninguém nunca ouvira falar. De fato, Baxter jamais contara ao mundo de onde viera e como se tornara quem é agora. Respeitoso, atencioso e de um sorriso encantador, Baxter se tornara um fenômeno na cozinha, conhecido e referenciado. Porém, embora sua vida profissional esteja sendo um sucesso, dentro dele, seu coração bate forte por alguém que ele permitira partir sem sequer ter tido tempo de se abrir: Lani. Sua adorável, focada e doce Lani. Bolando o plano perfeito para reencontrar sua amada, Baxter não esperava que as coisas fossem sair do eixo completamente, afinal, ele pensara em tudo, mas não pensara em um pequeno detalhe: Lani era feliz onde estava. E, quando chegou lá, percebeu que a Lani que ele conhecera não era como aquela mulher linda que acabara de rever: agora ele quer conhecê-la ainda mais.

Personagens secundários


Charlotte é a melhor amiga de Lani. Ela ainda vive em Nova York, também é uma Chef e conhece toda a trajetória de Lani em relação a Baxter. Por estarem morando longe, as duas vivem fazendo boloterapia por ligação, todos os dias. Char é uma pessoa adorável e que sempre faz de tudo pra ajudar sua amiga.

Alva é uma senhora de oitenta e poucos anos, minúscula, que usa óculos. Adora jogar pôker  e fofocar sobre a vida na ilha. Ela sempre conta várias histórias, a ilha nem precisa de jornais, a própria idosa dá conta disso. Por outro lado, Alva era uma das clientes favoritas de Lani. Sempre espontânea e alegre, a senhora nunca deixa de fazer uma visita à confeitaria.

Leyland é o pai de Lani. Ele também é o xerife da ilha, responsável por manter a ordem que nunca deixara de existir, na verdade. Ele é um cara angustiado desde que sua esposa, mãe de Lani, se fora. Agora, sua vida é aquele lugar e sua filha, de quem tanto sente orgulho e quer ver feliz.

Dre é uma jovem que trabalha meio período na confeitaria de Lani. Ela acabara de começar, na verdade, mas era boa no que fazia e sempre atenciosa. 

Capa, escrita e detalhes


A edição desse livro está impecável de linda! Que capa maravilhosa! Linda e que deixa aquela água na boca da gente também, né? Eu amei toda a diagramação do livro.

O livro é narrado em terceira pessoa, e a escrita foi algo com que não me identifiquei totalmente. Achei que foi bem maçante e pouco envolvente. Tentei de tudo me envolver com a trama até as cem páginas, mas foi só a partir das cento e cinquenta que comecei a me envolver mesmo. Acredito que o modo como a autora escolheu para escrever o livro não tenha sido muito interessante, pelo menos para mim. Há vários detalhes, várias descrições longas, capítulos longos, narrativa pouco fluída. A escrita foi realmente algo que me atrapalhou um pouco a gostar da história, mas eu continuei porque amo romances fofinhos.

Embora a narrativa tenha sido um pouco maçante e difícil, a história é um clichê gostoso – eu diria literalmente até, por causa de tantas gostosuras mencionadas. Um casal maduro, que respeita um ao outro, que passa por cima do sentimento pelo sonho e bem do outro. Um casal que, em momento algum, pediu para que um abrisse mão daquilo que mais amava. Um casal que respeitei, embora também tenha tido vontade de socar os dois de vez em quando. Mas foi um casal fofinho, com histórias bacanas para contar e um desfecho difícil de acontecer.

Portanto, apesar de o livro não ter sido uma história fluída e cativante, teve uma história que deixou meu coração aquecido no final de tudo, quando tudo se desenvolveu, quando tudo parecia dar em nada e acabou dando em tudo. É um livro que te aquece, no final das contas.

Conclusão


Delícia, delícia é um livro que carrega mesmo várias e várias delícias para contar essa história tão doce e, ao mesmo tempo, amarga. É um livro que dispensa as receitas de como fazer dar certo. Que dispensa os paladares mais sofisticados, pois se trata de um amor complicado, mas puro e verdadeiro, acima de tudo.

A história teve bastante cenas onde pensamos não dar em um bom prato, mas que, no fim, sabíamos que seria mais que um cheiro bom vindo da panela. Seria uma delícia. Então, o livro retrata questões que acontecem o tempo inteiro entre pessoas que se amam: quererem ficar juntos e, ao mesmo tempo, quererem que o sonho de cada um também esteja junto. Porque não basta estar feliz ao lado de quem amamos, devemos estar felizes também ao lado de quem somos e o que fazemos de quem somos. Ou seja, não basta se feliz com quem amamos, temos que ser felizes com quem amamos e com o que fazemos.

E o livro retrata muito bem isso, gostei bastante do amadurecimento dos protagonistas quanto a isso. Então, recomendo o livro para quem ama romances fofinhos, que envolvem doces e cenas adocicadas com pitadas de pimenta. Ou para quem, simplesmente, se interessar por essa capa incrível e sinopse de dar água na boca, porque, né?! Hahaha.

Citações favoritas


“Melhorando a vida dos insatisfeitos, deslocados e ignorados [...] Um bolo de cada vez.”

“Não importa o que aconteça no mundo, as ondas continuam rolando, pra sempre.”

Nota da leitura:

Book Trailer:

0 Recados:

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)