Amor,

Dos versos que ela escreveu

fevereiro 09, 2018 Carol Estacio, 2 Comments


Imagem via Pixabay
Ela se derreteu em chuva no fim daquele ano. Uma mistura de certezas e incertezas, com o desespero de ter se deixado de lado e o alívio de poder recomeçar.

De cada abraço que recebeu, ela se reconstruia um pouco mais, mas você, que estava sempre ali de algum jeito, num olhar terminou de colocá-la no lugar. Mesmo que não tenha percebido, mas talvez essa tenha sido a primeira vez que a salvou. Teu anjo pode ser ela, mas, como tal, você a observou de longe e hoje ela sente todo calor desse cuidado.

Por quanto tempo esperou encontrar esse sentimento, mesmo sem nem ter percebido que precisava disso.


Ela atravessou os anos com o coração trancado a sete chaves, mesmo que tenha aberto uma fresta vez ou outra, foi muito pouco. Aquele coração tão independente sabia o perigo que corria quando ele chegava perto e o olhar desviava e, a distância que parecia grande, ficava menor cada vez um pouquinho mais.

De todos os versos que ela escreveu, você foi o mais bonito. Foi o que deu sentindo a todo contexto daquela história que, a partir de agora, não teria fim. O melhor de ter começado a escrever foi saber que, no decorrer das páginas daquele livro, ela já não iria redigir tudo sozinha, e cada parágrafo teria um pouquinho ou o inteiro dele.

De tudo que ela evitava sonhar, não queria saber... Ele fez questão de quebrar os “nãos” tão duros das palavras que um dia ela tinha falado e transformou em sorrisos, e a fez dizer que: “Sim”.

Ela disse sim pra si mesma. Ela disse sim pra tudo que um dia tinha evitado sonhar. Mas que agora sabia que valia a pena e que fazia sentido. E que aquele sentimento de quem estava se sentindo completa, na verdade era o que a transbordava e ela gostava.



Gostou do texto? Qual parte mais se identificou? Nos conte nos comentários! 👇

2 comentários:

  1. Que texto delicia de ler, amei... as vezes precisamos somente de alguém que nos cuide e faça os nossos nãos virarem eternos sims
    bjss
    http://claugoliver.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

E você, o achou do post? Me conte aqui nos comentários!
Deixe seu link para eu conhecer seu blog também. ;)