Conheça nossa página

#Resenha: Em busca de Catia: um romance - Catia Fonseca & Ricardo Sil Por Editora Planeta

(Diz se essa foto não combina com o lance genial do livro?)
Título: Em busca de Catia: um romance
Autores: Catia Fonseca e Ricardo Sil
Editora: Planeta
Páginas: 222
Ano de publicação: 2016
Onde comprar: Planeta  *  Saraiva  * Amazon  

Gosta de cozinhar? E vive buscando novas dicas e receitas na internet, livros, revistas e programas culinários? Então, esse livro foi escrito especialmente pensando na possibilidade de unir o prazer da leitura de um romance com o prazer de se deliciar com comidinhas apetitosas. Quer saber do que tô falando? Manda a ver na leitura dessa resenha!

A história
Escrito em terceira pessoa a quatro mãos, com o dramaturgo Ricardo Sil, o livro conta uma história baseada em fatos reais da vida da apresentadora do programa Mulheres, da TV Gazeta. Catia Fonseca não deixa explícito, obviamente, quais das histórias contadas são verdadeiras, dessa forma, isso irá exigir nossa imaginação e sensibilidade.
Catia é uma mulher que, aos quarenta e quatro anos, dirige sua vida como ninguém. Mas foi após uma viagem de férias que ela volta com tudo em busca de realizações e se depara com algumas mudanças que a vida preparou especialmente para ela: mudança de casa para um lugarzinho na casa de amigos, noites em baladas, relacionamentos através de aplicativos no celular e até mesmo o tão nada esperado, novo amor, ou seria antigo?
Como em uma emboscada, Cati descobre que o jornalista Rodrigo Riccó, a pessoa com quem ela coleciona desavenças há anos, agora é o novo diretor do programa da qual ela é a apresentadora há décadas. Agora ela terá que passar por cima de algumas birras do passado para que as coisas não desandem de vez em sua vida profissional, tudo por causa de um machista, mas será que ela consegue?
Personagens principais
Catia Fonseca é mãe, amiga e boa filha,  mesmo com seus quarenta e quatro anos, não é uma pessoa que se encontra na desistência dos sonhos. Ela é guerreira quando se trata de suas realizações. Com uma maravilhosa apresentadora de TV, seu programa é famoso e decola mais ainda quando o novo diretor entra para a equipe, o que a deixa desconcertada. Seu defeito é ser cabeça dura, como diz Rodrigo e um tantinho histérica. Mas é uma personagem inspiradora por ainda ter tanta energia em uma idade onde, a maioria, já está desistindo de lutar.
Rodrigo Riccó é o camarada bom no que faz, jornalista de primeira e um ótimo diretor. Ele é o novo camarada que vai guiar o programa de Catia, mesmo sendo considerado - no passado - por ela mesma, como um cara machista, parece até ironia do destino. Mas Rodrigo está mudado, focado e parece deslumbrado - ainda - com a Catia, profissional incrível, mulher de garra e coragem. Senti falta das características de Riccó, me senti um tanto distante de seu personagem, mesmo ele sendo um dos protagonistas da trama.
Personagens secundários
Rayanne é uma guria que larga tudo de sua cidadezinha - onde vivia com sua mainha - em Amapá e parte para São Paulo quando descobre uma oportunidade de participar do seu programa favorito com sua apresentadora favorita, Catia Fonseca. É um reality show culinário que selecionará os melhores de acordo com cada tema e o prêmio é tirar o fôlego de quem é fã de dotes culinários. Ela larga tudo e se joga nessa nova oportunidade, mesmo sem conhecer absolutamente nada fora de onde morava. Lá ela conhece Jefferson, que o ajuda em um assalto e suas vidas parecem entrelaçadas desde então. Foi a personagem que mais gostei no livro, por seu caráter, sua humildade, carisma e coragem. Fora seu sotaque fofo e eu jeito arretado!
B. Tany é a terapeuta de Catia que está andando pelas ruas, quando, de repente, surge uma oportunidade de ser pintada nua. Ela não hesita e se permite ser pintada pelas mãos de Chico, filho de um casal gay, amigos de Catia. Ela é uma mulher moderna, fugitiva das ideias conservadoras da família que se abriga em sua profissão e busca um novo rumo pra vida. E parece que seu novo rumo acabou de trombar com ela através de uma pintura nomeada “menina com dente sujo de bolo”, ou será que não? A vida e suas pegadinhas.
Para mim, B. Tany pareceu aquela personagem feita para interagir com a história, mas acabou falhando nessa interação, porque ficou meio solta sua história.
Capa, escrita e detalhes
A capa… Deixo aqui minha indignação com essa capa, porque, realmente, eu jamais iria comprar o livro pela capa. Não é uma capa de tudo péssima, mas poderia ser muito melhor. Faltou criatividade, sendo que a história em si já te possibilita muita criatividade. A foto da Catia Fonseca na capa é até compreensivo, já que, para quem já a conhece (eu nunca tinha ouvido falar), seria fácil a compra ser realizada, mas penso que poderia priorizar o romance em si. Não achei fiel tão ao livro.
A escrita, de fato, é simples e leve. Não é uma escrita detalhada, aprofundada. É uma escrita feita para ser simples, foi o que senti. Uma escrita feita para ser compreendida, sem esforços em prol de uma leitura que seja leve e rápida. Percebi que a escrita trouxe aos personagens sua própria linguagem, incluindo gírias e modos de falar regionais e, embora eu tenha gostado muito disso, por ter deixado os personagens com um toque de realidade, achei que ficou muito forçado. Superlotou e não vi necessidade disso, pois acabou ficando chato, poderia ter ponderado um pouco.
Não encontrei nenhum erro ortográfico ou digital no meu exemplar, o que foi surpreendente, já que não é difícil encontrar esses tipos de erros nos livros hoje em dia.
O título, outro detalhe da qual não gostei, foi o bendito título. Tá certo, o nome da apresentadora na capa faria todo sentido para que seus fãs, seguidores e telespectadores quisessem o adquirir. Mas o “Em busca de Catia” dá a entender tanta coisa e, no fim, nada disso tem relação com o romance. Pelo menos não na minha visão. Porque, com esse título, você pensa “ah, ela vai procurar um novo rumo pra vida mesmo aos 44”. Foi o que pensei. Mas, sinceramente, Catia não procura um novo rumo, ela apenas não desiste dos sonhos que já estão em andamento. Ela apenas continua, não desanima, ela se mantém forte, mas não aquelas mudanças que possam condizer com o “achado de Catia”, sabe? O título também poderia ser melhor, mas tudo bem, a gente releva.
Conclusão
Sinceramente, com uma capa e um título mais ou menos desse, eu não dava nada pelo livro. Mas eu o quis mesmo assim, porque adoro livros baseados em histórias reais. De fato, o livro surpreendeu, para o lado mais positivo que negativo. Tive, claro, uns probleminhas com as três histórias contadas no livro, sim são três histórias em uma só, o que eu adoro, desde que estejam entrelaçadas e no final façam sentido. Como disse, a história da B. Tany era legal, com um tema bom e polêmico, mas que no fim das contas me pareceu solta da história principal, mesmo tendo todos os personagens envolvidos. Já a história da Rayanne foi maravilhosa, eu gostei bastante, apesar de um fato que aconteceu (que não posso mencionar para não dar Spoiler, mas tipo, e as câmeras? Não gravaram os “momentos inoportunos”, afinal, se tratava de um programa de TV, há câmeras por todo lado) ter me deixado chocada de raiva. Rayanne foi uma personagem cativante e sua história esteve totalmente ligada à história principal.
A história de Catia não há o que falar, foi muito boa e, apesar de eu ter sentido falta do “romance em si”, eu curti bastante, dei boas risadas com o jeito estupefato dela e da irmã e com os desafios percorridos no decorrer do livro.
Deixo aqui meus parabéns para a ideia sensacional de investir em um romance com dotes culinários de dar água na boca! O livro é cheinho de deliciosas receitas, gente, dá pra acreditar? Eu anotei várias delas para testar aqui em casa, claro! Gostei demais disso e de terem conseguido entrelaçar as receitas à história, ou seja, não são apenas receitas soltas para preencher as páginas, são receitas que fazem parte da história, um arraso!
Recomendo o livro para você que curte muito uma cozinha - como eu - e que também gosta de um romance leve, rápido e fácil de ler. Ah, e claro, se conhece a Catia Fonseca ou se deseja conhecer também mais um pouco de sua vida e histórias. Eu passei a conhecê-la através desse livro e agora sou a mais nova seguidora da TV Catia Fonseca!
Citações importantes
“Quem tenta experimenta. Quem experimenta erra. Quem não desiste tá vivo!”
“Pode ser que os acontecimentos não se tornem memoráveis assim de maneira tão categórica, mas com o passar dos dias, que se transformam em meses, que, por sua vez, se transformam em anos, tornam-se o resultado das escolhas que formam uma vida.”
“Tinham a lua como única testemunha daquele momento em que o ódio cultivado por décadas, que nos últimos meses vinha assumindo nuances insuspeitas, se transformara de vez em paixão.”
“Quando as raízes são fortes, deixam tecidos resistentes, que crescem de novo. Não tenha preguiça de enfrentar os esforços necessários para reinventar a vida. Você não é imune à morte (...). Ninguém é.”
“Não importa o tamanho do problema, se grande ou pequeno, você vai ter que enfrentá-lo do mesmo jeito. Então foca e faz.”
Nota: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo