Conheça nossa página

Nível máximo de ausências tua


Não há mais dúvidas que o nosso amor não é feito de fantoches. Muito menos um arquivo exibido em filmes no cinema. Tão pouco aquele vai e volta em menos de um dia. Estamos firmes, por incrível que pareça, ainda está aqui ao meu lado certo? Como prometeu e ainda promete estar. Eu posso afirmar que não sei mesmo como esse efeito durou e ainda dura tanto tempo assim em você. Normalmente as pessoas me deixam, nem que seja por alguns dias, elas se afastam e só voltam quando a poeira abaixa. Mas, você não. Permanece firme, forte e insubstituível aqui pertinho de mim, sem o menor medo das minhas crises existenciais. 

Mas, não peguei para escrever elogios para você. Aliás, eu confesso que nunca tenho o intuito de te citar em qualquer dessas linhas, juro. Porém, minha alma acompanha o bobo do coração sabe? Aí já viu onde vem parar vez ou outra. Eu só quero deixar evidente que tenho alucinações que rondam em torno da minha vida por sua causa, senhor ausente. Sim, porque desde que você pediu para que eu fosse sua, eu fui somente sua e isso quer dizer que aprendi a enrolar meus passos aos teus, ok? 

Se sim, beleza. Gostaria também de evidenciar que sua ausência além de ferrar meu psicológico, faz o dia parecer incompleto. Sabe quando você tem um quebra-cabeça e falta peças? E quando você procura a todo custo seu outro par de havainas e não encontra de forma alguma? E toda vez que você não encontra a tampa daquela panela que precisa muito usar? São formas idiotas, e é exatamente assim que meu dia fica sem você aqui.

Nós aprendemos só o que queremos aprender, e está claro que eu não quis aprender a esquecer nem que fosse por um segundo os teus olhos, nem o teu cheiro, e muito menos o teu sorriso.  Sendo assim, fui condenada a passar todas as horas do meu dia com sua imagem intrigante na cabeça. E pior, sentir você mesmo estando em outro canto já é assustadoramente de arrepiar. Um dia pode ser pouco para quem não tem um alguém, entretanto para quem compartilha sonhos, companheirismo, carinho, e amor, parece ou não parece uma década?

Foi apenas um dia. Uma daquelas faltas que nada preenche. Um daqueles livros que ninguém consegue ler se estiver faltando páginas. Um daqueles sorrisos pela metade. Aqueles relógios quebrados que perderam  o ponteiro. Um lápis sem apontador. Sem você, eu chego a pensar que o arco-íris não tem mais cor. Um dia sem a noite. Constelação sem estrelas. Celular sem bateria. Rede sem parede. O que seria do dia se não fosse o sol? Da noite se não fosse a lua? Do campo se não fossem as flores? Da chuva se não fossem as nuvens? O que seria de mim se não fosse você? Um nada incalculável. Então não esqueça que o melhor presente que eu posso ganhar teu, é sem sombras de dúvidas, somente a tua presença.
-Sâmela Estéfany

4 comentários:

  1. Goste do texto, você emprega bem as palavras e trás emoção. Escreves muito bem moça. Gostei do teu blog <3 Blog Fan page  → Grupo de divulgação Grupo do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aléxia, fico feliz por isso!!
      Volte sempre ta? Beijinhos

      Excluir
  2. Lindo! Amei. Se me permite, só queria dizer pra você tomar cuidado com a acentuação das palavras. Fora isso, tudo lindo! Beijos

    Lilás & Sol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada flooor!! Sempre tomo os devidos cuidados =)
      Volte sempre viu?!
      Beijos ;*

      Excluir

E aí? O que achou do post? Gostou? Tem alguma crítica construtiva ou dica? Deixe nos comentários! Lemos e respondemos a todos! Ah e deixe o link do seu blog para que possamos te conhecer melhor. Obrigada pela visita e volte sempre.

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo