Conheça nossa página

O que ficou para trás



Mas o mundo não tinha tanta cor. Meu riso era meio amarelo. Eu tinha espinhas em todo canto do rosto. Não encontrei o “belo” que todos viam. Eu era apenas uma garotinha da quinta série. O que eu escrevi em meus blocos estão esgotados, mal consigo ler. As anotações que fiz nos cantos e finais das folhas dos meus cadernos, já não fazem mais sentido, afinal o que eu pensava da vida? 

Passado. Acabei virando as páginas da minha existência e não reescrevi o que estava fora do lugar. Sim fora, porque eu não queria que alguns capítulos fizessem referência á essa história. Mas não temos escolha, as coisas saem do nosso controle. Ah se eu pudesse mudar tudo aquilo que ficou como pegadas pesadas na minha vida. E se eu pudesse extrair o bem de tudo que ficou para trás e alternar aquilo que considerei algum dia ruim?

Mudaria a textura da minha arrogância, ela já me tirou a paz muitas vezes. Ligaria o modo aleatório das passagens românticas,  e daria um pequeno pause nas melhores. Inundaria o mundo com meu riso, só hoje eu vi o quanto ele é importante para mim. Inventaria um estilo automático, onde eu pudesse pensar três vezes antes de qualquer ato inconsequente.  

Faria tudo que fiz, outra vez. Entretanto, com aquela dose de consciência a mais, experiência a mais, maturidade a mais. Entrar numa máquina do tempo hoje em dia é uma sensação inovadora. Você cria, desfaz, refaz e deleta o que você quiser. Como relâmpago as lembranças passam, pequenos flash transitam pela memória, e alguma coisa tem que ser absorvido de bom nisso tudo.

E quando não encontramos aquele lado bom da história, a gente idealiza. Cria uma junção de felicidade e diversão, e no encanto da magia, somos elevados ao além. O além imaginário que toda criança inventa antes de dormir. A peça perfeita para realizar um sonho, imaginar... Imagine-se como o que quiser ser e seja. Reinvente aquela música antiga que você gostava e adicione novas notas. Dance-a. Curte o que há de bom nesse mundo. E esqueça o passado, porque o que não era para ficar, passou.
-Sâmela Estéfany

6 comentários:

  1. Adorei o post!!
    Eu sou seguidora, se puder retribuir =)
    Beijos.
    http://just-pepper.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Paula, fico grata!! Seja bem Vinda :D

      Excluir
  2. Olá minha linda,eu também adoro expor meus sentimentos/pensamentos,e escrevo desde cedo,se estou triste,ou feliz gosto de colocar em um papel e tenho muito cadernos cheios de palavras bonitas e textos lindos como os seus e esse,e também tenho um blog onde coloco tudo o que escrevo.
    Meus parabéns´é muito bom saber que existem muitas pessoas talentosas e que assim como eu amam escrever e ler,parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas, gente quanta fofura *--*
      Obrigada Drika, eu amo escrever e fico muito grata quando alguém curte meus relatos. Volte sempre aqui viu?!

      Excluir
  3. Ah divulguei um trecho do seu texto,e deu o crédito ao blog lá na Fanpage do blog ok?
    Se quiser dar uma olhada,está lá.
    https://www.facebook.com/rabiscodedrika

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Fique a vontade anjo! Fico feliz por isso, vou dar uma olhadinha e obrigada <3

      Excluir

Deixe sua opinião para nós, viu?! É bom contar com a ajuda de quem nos lê. Os comentários sempre serão respondidos.
Relaxem e teclem conosco. :*

© Escrituras da Alma - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
Modificado por: Sâmela Faria | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo